sexta-feira, fevereiro 26, 2021

Atenção! Polícia Social – RN retifica Concurso Público com mais de 300 vagas

- Publicidade -

Oportunidades estão distribuídas entre os cargos de procurador de polícia social substituto, agente de polícia social substituto e escrivão de polícia social substituto; confira mais detalhes

A Polícia Social do Estado do Rio Grande do Setentrião divulgou a segunda retificação referente ao Concurso Público talhado à contração de 301 profissionais de nível superior.

Conforme o documento (retificação II), a prova escrita objetiva para o missão de procurador de polícia social agora está prevista para o dia 14 de março de 2021, das 8h ás 12h30. Vale ressaltar que para as demais funções a prova continua prevista para o dia 7 de março de 2021

Ainda segundo a publicação, foram acrescentados alguns subitens ao edital, muito porquê outros foram retificados, dentre eles as orientações para realização das etapas de avaliação, critérios para obter isenção da taxa de participação, requisitos exigidos para os cargos e orientações quanto as vagas destinadas a pessoa com deficiência

Em retificação anterior (retificação I), a data de início das inscrições foi atualizada e agora as candidaturas têm início no dia 2 de dezembro. Também houve atualização na data para solicitação da isenção da taxa e das orientações quanto às vagas destinadas às pessoas com deficiência.

Todas as alterações podem ser consultadas nos documentos oficiais que constam em nosso site.

O Concurso Público

De conformidade com o edital, serão preenchidas vagas para os cargos de Procurador de polícia social substituto (47); agente de polícia social substituto (230) e escrivão de polícia substituto (24). Vale ressaltar que algumas destas oportunidades são destinadas a pessoas que se enquadrem nos critérios especificados no edital.

Requisitos, fardo horária e remuneração

Para participar, além de apresentar diploma, devidamente registrado, de desfecho de curso de nível superior, fornecido por instituição de ensino, reconhecida pelo Ministério da Instrução (MEC), é necessário que os candidatos tenham idade mínima de 18 anos completos, nacionalidade brasileira e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo regime de paridade entre brasileiros e portugueses, carteira vernáculo de habilitação a partir da categoria B, dentre outros requisitos descritos pelo edital.

Quando contratados, os profissionais deverão desempenhar atividades em jornadas de 40 horas semanais, referente à remuneração que alterna entre os valores de R$ 4.731,91 a R$ 16.670,59.

Inscrições e seleção

Aos interessados em participar, as inscrições serão recebidas até as 16h do dia 21 de dezembro de 2020, por meio do site da FGV Conhecimento, mediante o pagamento de taxa de participação de R$ 120,00. Vale ressaltar que os candidatos que atendam aos critérios descritos pelo edital poderão solicitar a isenção do valor no período de 2 a 4 de dezembro de 2020.

Porquê método de seleção, os participantes serão submetidos às seguintes etapas:

  • Prova escrita objetiva, de caráter supressivo e classificatório;
  • Prova escrita discursiva, de caráter supressivo e classificatório;
  • Teste de inclinação física, de caráter supressivo (exclusivamente para os cargos de procurador e agente de polícia social substituto);
  • Prova prática de operador de micro, de caráter supressivo (exclusivamente para o missão de escrivão de polícia social);
  • Avaliação psicológica; de caráter supressivo;
  • Habilitação em Curso de Formação Específico, promovido pela Ateneu de Polícia Social ou Órgão solene congênere.

É importante ressaltar que para todos os cargos, os candidatos ainda serão submetidos a exames médicos e investigação social, ambos de caráter supressivo, de responsabilidade da FGV e/ou da Polícia Social do Estado do Rio Grande do Setentrião.

A emprego da prova escrita objetiva está prevista para data já mencionada, das 8h às 12h30. A lanço será realizada na cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Setentrião e o teor programático consistirá em questões nas seguintes áreas de conhecimento, de conformidade com os cargos:

  • Procurador de Polícia Social Substituto: recta constitucional, recta penal, recta processual penal, legislação penal e processual penal extravagante, recta administrativo, recta financeiro e tributário, recta ambiental, medicina legítimo, criminalística, criminologia.
  • Agente e Escrivão de Polícia Social Substituto: língua portuguesa, raciocínio lógico-matemático, noções de informática, noções de gestão, noções de contabilidade, noções de recta constitucional, noções de recta penal, processual penal e legislação extravagante, noções de recta administrativo, noções de medicina legítimo.

Vigência

O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogados pelo mesmo período, a critério da Polícia Social do Rio Grande do Setentrião.

E, para lhe facilitar nos estudos, adquira as Apostilas Digitais deste concurso em nosso site.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -