sexta-feira, junho 25, 2021

autonomia solicita aval para 186 vagas

- Publicidade -

Um novo concurso Previc foi solicitado ao Ministério da Economia. Conforme ofício enviado no último dia 31 de maio, a A Superintendência Vernáculo de Previdência Complementar pede o aval para preencher 186 vagas efetivas, sendo elas:

Função solicitado Número de vagas Requisito
profissional em previdência complementar 63 nível superior
crítico administrativo 40 nível superior
técnico administrativo 45 nível médio
auditor fiscal 38 nível superior

 

As carreiras contam com ganhos iniciais de R$5.901,37 (graduados) e R$3.110,27 (técnicos), que podem chegar a R$12.853,37 e R$5.879,07, respectivamente, conforme as gratificações.

Os aprovados em um concurso Previc ainda recebem vale-transporte e benefícios porquê auxílio-alimentação de R$458, assistências médica e odontológica e auxílio pré-escolar.

O pedido enviado ao Ministério da Economia ressalta que o único concurso realizado para a autonomia ocorreu em 2010, sendo que o aval, na idade, foi para o preenchimento de 50% das vagas solicitadas.

“Assim, houve o ingresso de somente 100 novos servidores. Importante colacionar o cumeeira índice de rotatividade desse torneio, refletido na permanência de unicamente 57% da força de trabalho que ingressou por aquele concurso”, diz a autonomia no ofício enviado ao ME.

A Previc possui 215 servidores, sendo que, desse totalidade, atualmente 59% é formada por profissionais de outros órgãos e 6% por cargos sem vínculo, “roupa que compromete, em patente intensidade a retenção do conhecimento no contextura da autonomia com eventual volta desses servidores aos seus respectivos órgãos”.

Outrossim, até 2025, muro de 17% do quadro atual deve se reformar.

“Essa situação impõe imediata recomposição, principalmente por ainda estar associada a vulnerabilidades não controladas, porquê, por exemplo, vacâncias, exonerações, posse em outro função inacumulável, falecimento, dentre outras. É de se considerar ainda que dos atuais 75 servidores de seu quadro de pessoal, 13 poderão se reformar até 2025, o que corresponde a uma subtracção de muro de 17% de servidores”, diz a Previc.

A Superintendência explica ainda sobre a premência de reconstituir o quadro de auditores-fiscais da Receita Federalista do Brasil em manobra da Previc. 

“Com a atual força de trabalho, composta por 90 auditores, a supervisão permanente é realizada em 37 EFPC em funcionamento, correspondente a menos de 10% do totalidade de entidades do regime de previdência complementar. As demais entidades (90%) são objeto de ações específicas e de atividades de monitoramento por indicadores, processos que também demandam pessoal especializado”, explica a Previc.

Desta forma, a autonomia solicita 38 vagas para a curso, considerando a redução de 25 servidores desde 2013 e a verosímil saída de mais 13, que adquiriram as condições de aposentadoria. 

Com o pedido enviado, caberá ao Ministério da Economia autorizar a seleção. Somente com o aval, uma percentagem será formada para a elaboração do projeto essencial e contratação da mesa organizadora. Posteriormente, o edital poderá ser publicado.

Concurso Previc foi solicitado ao ME
(Foto: Ambep ORG)

Veja porquê foi o último concurso Previc

O último concurso Previc foi realizado em 2010, por meio do Cebraspe. Ao todo, foram oferecidas 100 vagas, sendo elas nos cargos de:

  • nível médio: técnico administrativo (20); e
  • nível superior: crítico administrativo – TI, Contábil e Administrativa (20) e profissional em previdência complementar – Atuarial, Finanças e Contábil (60).

As oportunidades de nível superior foram todas para atuação no Província Federalista, enquanto as de nível médio foram distribuídas pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, DF, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. 

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, discursivas e de títulos. Os exames foram realizados nas capitais dos 26 estados e no Província Federalista.

A prova objetiva teve 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 Específicos. Na segmento universal, foram cobradas as disciplinas de:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Espanhola ou Inglesa (unicamente cargos de nível superior);
  • Raciocínio Lógico Quantitativo;
  • Noções de Recta Administrativo e Constitucional;
  • Noções de Informática; e
  • Moral e Conduta Pública.

Inicie sua preparação com Folha Cursos

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos chegou para correr os seus estudos. Em nossa novidade plataforma, você encontra materiais completos, otimizados e sem enrolação!

Confira a seguir os cursos preparatórios já disponíveis:

Por função

Por curso

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -