quinta-feira, julho 29, 2021

Caixa anuncia concurso público e fenda de 10 milénio vagas de tarefa

- Publicidade -

Atualizada às 20h41

A Caixa Econômica Federalista (CEF) anunciou a contratação de 10 milénio funcionários, dentre empregados e terceirizados, para o corpo de colaboradores da estatal. De contrato com o banco, serão 4 milénio vagas efetivas, 5,2 milénio para estágio e jovens aprendizes e 800 para recepcionistas e vigilantes. O proclamação foi feito nessa segunda-feira (19).

>> Assine a newsletter do JC e receba as principais notícias de tarefa e concursos direto no seu e-mail

Das 4 milénio vagas para empregados, 3 milénio serão destinadas à convocação de aprovados no concurso que ainda está em vigor. Para tanto, porém, é necessária a aprovação pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) do Governo Federalista. Aliás, haverá 1 milénio vagas para pessoas com deficiência aprovadas em um novo torneio, cuja publicação do edital deve ocorrer até setembro deste ano, segundo previsões do banco público.

A contratação de jovens aprendizes para atuação na Caixa ocorrerá por meio de parceria com entidades sem fins lucrativos, selecionadas por meio de chamada pública e conveniadas para essa finalidade, conforme a Lei de Aprendizagem, segundo a instituição. Já os estagiários serão selecionados a partir da lista de aprovados em processo de seleção realizado pelo Núcleo de Integração Empresa-Escola (CIEE).

“Caso seja identificada a urgência de fenda de mais vagas, novas seleções poderão ser feitas pelo CIEE futuramente”, ressaltou a estatal.

Terceirizados

Para o serviço de vigilância e recepção em suas unidades, serão contratadas empresas especializadas. Para a contratação dos profissionais, as empresas devem observar as normas legais relacionadas às atividades de vigilância e recepção, assim uma vez que as exigências contratuais.

 

“A Caixa ressalta que a alocação de serviço de vigilância e recepcionistas ocorrerá em todo o território pátrio, variando de contrato com a demanda das unidades”, finaliza a Caixa, em nota.

Novas unidades da Caixa

A Caixa anunciou, nesta terça-feira (20), a ampliação do projecto de expansão do banco, que terá 268 novas unidades, sendo 168 de varejo e 100 especializadas no atendimento a clientes do agronegócio. Com essa ação, o banco estará presente em todos os municípios brasileiros com mais de 40 milénio habitantes.

Das 168 unidades de varejo, 70 serão abertas na região Nordeste: 24 no Maranhão, 17 no Ceará, 11 em Pernambuco, 4 na Bahia, 8 na Paraíba, 2 no Piauí, 2 no Rio Grande do Setentrião, 1 em Sergipe e 1 em Alagoas. Na região Setentrião, são 50 novas unidades, sendo 28 delas no Pará, 14 no Amazonas, 4 em Rondônia e 2 no Amapá. Na região Sudeste, serão inauguradas 30 unidades: 7 em Minas Gerais, 13 em São Paulo, 7 no Rio de Janeiro e 3 no Espírito Santo.

Para a região Núcleo-Oeste, a CAIXA vai transfixar 14 unidades: 7 no Mato Grosso, 1 em Goiás e 5 no Mato Grosso do Sul. Na região Sul, serão abertas quatro novas unidades de varejo, sendo 1 no Paraná, 2 em Santa Catarina e 1 no Rio Grande do Sul.

Serão inauguradas unidades para o crédito rústico em todos os estados do País. Elas contam com gerentes especializados em crédito rústico, com atuação dedicada no atendimento aos produtores rurais. A primeira das 100 unidades voltadas para o agronegócio foi inaugurada no início do mês de julho, em Dourados (MS).

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -