quinta-feira, julho 29, 2021

carteira Selecon tem novo parecer fa…

- Publicidade -

A escolha da carteira organizadora do concurso Polícia Penal de Minas Gerais teve avanços nesta quinta-feira, 24. A extensão técnica e contábil avaliou os documentos habilitatórios do Instituto Selecon, que apresentou o menor valor para organizar as primeiras etapas da seleção, porquê provas objetivas e teste físico.

O setor emitiu um novo parecer favorável quanto à qualificação técnica da instituição. Uma vez que foi comprovada regularidade jurídica, fiscal e trabalhista. Porém, quanto à qualificação econômico-financeira, o Selecon ainda precisará prestar esclarecimentos.

O instituto terá o prazo de 24 horas para enviar a documentação suspenso e solicitada pela percentagem de licitação. O retorno da sessão está agendado para segunda-feira, 28, às 15h. As demais participantes ainda poderão entrar com recurso quanto à decisão. 

O governo de Minas Gerais realiza dois processos licitatórios para o concurso Polícia Penal. Um é para contratar a carteira responsável pelas primeiras etapas da seleção, no qual o Instituto Selecon apresentou a melhor proposta.

O outro procedimento é para escolha de uma instituição que organizará o curso de formação dos aprovados. Nesse caso, o Instituto AOCP apresentou o menor preço.  Mas, no dia 14 de junho, informou que não conseguirá manter e prosseguir com sua proposta.

Concurso Polícia Penal MG está na lanço de escolha da carteira
organizadora (Foto: Divulgação)

Diante disso, a percentagem de licitação convocou a carteira que propôs o segundo menor valor para negociação. Porém, essa instituição também não aceitou o preço proposto no termo de referência.

Foi sincero portanto um prazo para recursos, mas nenhuma empresa manifestou interesse em descer os preços. Com isso, a licitação específica para organização do curso de formação dos aprovados no concurso foi fracassada. Ainda não há informações de quando esse processo será retomado.  

Concurso Polícia Penal MG terá oferta de 2.420 vagas

Ao todo, o concurso terá a oferta de 2.420 vagas para policial penal (vetusto agente penitenciário), sendo 1.944 para o sexo masculino e 476 para o sexo feminino. A curso tem porquê requisitos o ensino médio completo e idade mínima de 18 anos.

Os salários iniciais são de R$4.631,25 para jornada de trabalho de 40 horas por semana. Esse período poderá ser cumprido em graduação de plantão, conforme a premência do trabalho.

Segundo o secretário de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais, Rogério Greco, o edital do concurso Polícia Penal MG deve ser divulgado em julho. Em transmissão ao vivo no dia 13 de junho, ele anunciou a publicação do documento em meados do próximo mês.

“Nossa previsão é em meados de julho”, disse o secretário. De contrato com ele, o edital será divulgado depois a homologação e contratação da carteira organizadora.

Greco também confirmou a estrutura de provas do concurso. Serão cinco etapas: provas objetivas e de redação; prova de capacidade psicológica e psicotécnica; exames médicos; prova de condicionamento físico; comprovação de idoneidade e conduta ilibada (investigação social).

Outro ponto engrandecido pelo secretário foi quanto ao curso de formação, que será realizado pelos aprovados em todas as etapas do concurso. De contrato com Greco, serão quatro meses de aulas, com muro de 672 horas, e não mais 40 dias, porquê ocorreu anteriormente.

“Acabou aquilo de entrar para um missão importante, porquê o da Polícia Penal, sem o mínimo de preparação”, esclareceu.

Concurso Polícia Penal MG: intensifique os estudos

Com o progresso nos preparativos do concurso, quem deseja ingressar no missão de policial penal de Minas Gerais deve intensificar os estudos.

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios? A Folha Cursos traz videoaulas exclusivas, apostilas e questões comentadas para te ajudar no caminho até a aprovação.

Estude para o concurso Polícia Penal MG com a Folha Cursos!

Saiba mais sobre as etapas do concurso Polícia Penal MG

Folha Dirigida teve chegada ao projeto imprescindível do concurso Polícia Penal MG, que funciona porquê um espelho para o edital. O documento traz dados sobre cargos, vagas, requisitos e também sobre a estrutura de provas.

Confira a seguir os detalhes das provas objetivas, redação e de condicionamento físico:

Prova objetiva e de redação:

As provas objetivas e de redação serão aplicadas no mesmo dia, com duração de cinco horas. Os exames terão 60 questões, distribuídas da seguinte forma:

  • Língua Portuguesa – 10 questões;
  • Informática Base – 5 questões;
  • Noções de Recta – 10 questões;
  • Direitos Humanos – 10 questões;
  • Legislação Próprio – 20 questões;
  • Raciocínio Lógico – 5 questões.

A redação será sobre tema fornecido no dia da emprego, com 20 a 30 linhas. Serão corrigidos os textos dos concorrentes que conseguirem a pontuação mínima e que estiverem dentro do limite equivalente a cinco vezes o número de vagas do concurso. 

Será autenticado na objetiva quem conseguir o mínimo de 60% do totalidade de pontos atribuídos na prova e mínimo de 40% em cada disciplina. Os exames serão realizados nos municípios de: Belo Horizonte, Narração, Vespasiano, Juiz de Fora, Uberaba, Lavras, Divinópolis.

Assim porquê Governador Valadares, Uberlândia, Patos de Minas, Montes Claros, Ipatinga, Barbacena, Curvelo, Teófilio Otoni, Unaí, Pouso Contente, Poços de Caldas, Sete Lagos. O candidato poderá escolher o sítio de emprego dos exames no ato da matrícula.  

Prova de condicionamento físico:

A prova de condicionamento físico do concurso Polícia Penal MG, por sua vez, exigirá os exercícios de:

  • Teste de flexão em barra fixa;
  • Teste de flexão abdominal;
  • Teste de impulsão nivelado;
  • Teste de flexão de braços no solo;
  • Teste de corrida de 12 minutos.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -