terça-feira, abril 20, 2021

Concurso Agepen RR: edital com 423 vagas…

- Publicidade -

O edital do novo concurso Agepen RR, com 423 vagas para a curso de policial penal (macróbio agente penitenciário), está previsto para ser publicado na próxima segunda-feira, 22. A informação foi confirmada nesta sexta, 19, pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc RR).

Do totalidade de vagas, 100 serão para provimento em 2020 e as outras 323 para preenchimento ao longo do prazo de validade da seleção, que deverá ser de dois anos, podendo chegar a quatro com a prorrogação. 

Segundo a pasta, ainda desse totalidade de vagas, 85 serão destinadas às candidatas do sexo feminino e 41 para Pessoas com Deficiência (PcDs). As inscrições também serão abertas na segunda, 22, no site da carteira organizadora, o Instituto AOCP.

A Sejuc RR também antecipou o cronograma do concurso. De entendimento com a pasta, as inscrições ficarão abertas até o dia 23 de julho. A taxa será de R$110. Os pedidos de isenção serão aceitos no período de 22 a 25 de junho.

Para concorrer, será preciso ter o nível médio completo e idade mínima de 18 anos, além da carteira vernáculo de habilitação na categoria “AB”. Os concursos para a curso costumam ter as seguintes etapas:

  • Prova objetiva;
  • Teste de Capacidade Física (TAF);
  • Revista psicológico;
  • Revista toxicológico; e
  • Investigação social.

As provas objetivas estão previstas para o dia 27 de setembro. Há, ainda, um curso de formação profissional para os aprovados em todas as etapas. Essa é a última temporada antes da nomeação e posse no função.

A duração máxima do curso tende a ser de quatro meses, com fardo horária mínima de 400 horas. Os aprovados em todas as etapas receberão uma remuneração inicial de R$4.421,13.

Concurso Agepen RR terá edital na segunda, 22
(Foto: Eides Antonelli/Governo de Roraima)

 

 

Saiba tudo sobre o concurso Agepen RR

  • Órgão: Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc RR)
  • Cargos: policial penal (macróbio agente penitenciário)
  • Vagas: 423
  • Requisito: nível médio
  • Remuneração: R$4.421,13
  • Previsão de edital: 22 de junho
  • Inscrições: 22 de junho a 23 de julho
  • Prova objetiva: 27 de setembro

Concurso Agepen RR é aguardado desde 2017

Desde 2017, o Estado de Roraima estuda um novo concurso Agepen RR. Em outubro daquele ano, por exemplo, foi instituído o projecto de cargos, curso e remuneração dos agentes.

A Lei Complementar nº 259 foi aprovada pela Parlamento Legislativa do Estado de Roraima e sancionada pela logo governadora Suely Campos. A curso foi aprovada com uma jornada de 40 horas e remuneração entre R$4.421 e R$9.242, a partir de julho de 2018.

Já em agosto de 2019, a Parlamento Legislativa de Roraima aprovou o projeto de lei complementar, de autoria do Poder Executivo, que criou 700 vagas para o função de agente penitenciário. O PL foi sancionado no dia 23 de setembro pelo governo.

Durante a votação, o líder do governo na Parlamento Legislativa, o deputado Soldado Sampaio (PCdoB), afirmou que há a urgência da presteza da realização do concurso em decorrência do uso da Força Pátrio, que vem sendo responsável pela mediação no Sistema Prisional do Estado.

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Força-Tarefa Penitenciária permanece em RR

O novo concurso Agepen RR é urgente para o Estado de Roraima. Isso porque, no dia 5 de abril, em entrevista ao programa Agenda da Semana da Rádio Folha, o secretário André Fernandes falou sobre o uso da Força-Tarefa Penitenciária.

Segundo ele, a Força-Tarefa de Mediação Penitenciária (FTIP) permanecerá no estado, enquanto o novo concurso não for realizado. Para suprir o déficit de policiais penais o edital é necessário, mas sem ele a presença da Força Pátrio é mantida. 

“A gente só vai falar que não precisa dessa situação (Força-Tarefa), quando a gente finalizar o concurso. Aí a gente vai ter murado de 100 novos agentes treinados e equipados”, disse o secretário.

No último dia 1º de junho, foi publicada no Quotidiano Solene da União a sétima prorrogação do ofício da Força-Tarefa Penitenciária em Roraima. Os policiais penais irão atuar até o dia 26 de julho no estado, quando o prazo poderá ser estendido novamente.

A autorização prevê que a FTIP exerça atividades de guarda, de vigilância e de custódia de presos, em Roraima, em caráter episódico e planejado, pelo período de 60 dias, podendo ser prorrogado a pedido do estado.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -