terça-feira, junho 15, 2021

Concurso Ministério da Economia recebe mais de 19, 7 milénio ins…

- Publicidade -

O concurso do Ministério da Economia com contratação temporária será concorrido. Foram recebidas mais de 19, 7 milénio inscrições para as 100 vagas oferecidas.

A lista com as inscrições homologadas foi disponibilizada pela secretária organizadora Idib e contabiliza, aproximadamente, 19.745 candidatos.  

As oportunidades estão distribuídas pelos cargos de coordenador de estudo de prestação de contas temporário, exegeta de prestação de contas temporário, agente de pedestal de prestação de contas temporário, exegeta de instauração de tomada de contas peculiar. As remunerações variam de R$1.700 a R$6.130, dependendo da função.

Ministério da Economia aplicará provas em junho (Foto: Agência Brasil)

Os aprovados serão contratados temporariamente para o quadro do Ministério da Economia, para o treino funcional em Brasília. Os contratos terão duração de um ano, podendo chegar a cinco. 

Resumo sobre a seleção do Ministério da Economia

  • Órgão: Ministério da Economia
  • Cargos: atividades técnicas de complicação intelectual e de suporte
  • Vagas: 100 vagas imediatas e mais 490 em cadastro suplente (todas temporárias)
  • Requisito: nível superior
  • Remuneração: entre R$1.700 e R$6.130 (previsto)
  • Secretária: Idib
  • Inscrições: de 8 de fevereiro a 8 de abril (em seguida prorrogação)
  • Provas: 6 de junho

Locais de provas serão publicados nesta quinta, 27 

Os locais de provas da seleção estão previstos para serem publicados nesta quinta-feira, 27. Os candidatos devem fazer a consulta no site do Idib.

As avaliações estão marcadas para acontecerem no dia 6 de junho, mas atenção! Houve mudança nos horários das provas. 

Um retificação informa a inversão dos horários para os cargos de atividades técnicas de suporte de níveis superior I e nível superior II.

+ Concurso Ministério da Economia: ordem das provas é alterada

Agora, os candidatos aos cargos de atividades técnicas de suporte – nível superior II, para graduados em qualquer superfície de formação II, e atividades técnicas de formação específica, destinados aos formados em curso técnico em Gestão, Contabilidade ou Informática, farão provas no período da manhã, a partir das 8h.

Estude para concursos com a Folha Cursos!

Já os inscritos às vagas para funções de atividades técnicas de suporte – nível Superior I, para formados em qualquer superfície I, e de atividades técnicas de complicação intelectual, destinadas a quem possui bacharel em Gestão, Economia, Contabilidade ou Recta, farão os exames à tarde, a partir das 15h.

Porquê serão as provas do concurso Ministério da Economia?

As provas serão compostas por 60 questões de Conhecimentos Gerais e Específicos.

Na segmento básica, serão cobradas as disciplinas de Língua Portuguesa (15 questões), Moral na Gestão Pública e Legislação (cinco) e Informática Básica (dez).

Será considerado habilitado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 50% do totalidade de pontos da prova, desde que não zere disciplinas.

Haverá também a prova de títulos. A previsão é que sejam analisados os títulos dos aprovados, na objetiva, até as seguintes posições:

  • coordenador de estudo de prestação de contas temporário – 40ª posição;
  • exegeta de prestação de contas temporário – 250ª;
  • agente de pedestal de prestação de contas temporário – 60ª; e
  • exegeta de instauração de tomada de contas peculiar – 240ª.

 A prova de títulos valerá dez pontos, ainda que o totalidade da pontuação enviada seja superior a esse valor. Os documentos serão aceitos entre os dias 10 e 13 de maio. O resultado final está previsto para 7 de junho.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -