quinta-feira, abril 22, 2021

Concurso que premia escritores e artistas visuais de MT está com inscrições abertas | Mato Grosso

- Publicidade -

Com as adversidades impostas pela pandemia, o mundo teve que desacelerar e palavras porquê o silêncio, tempo e intervalo marcaram discursos. Sincronicamente, as transformações culturais e mudanças de comportamento eram acompanhadas das janelas virtuais.

Uma reflexão sobre levante cenário é proposta de um concurso que motiva criações literárias e de artes visuais, sob a perspectiva do porvir. O edital com informações sobre o concurso que vai premiar 12 artistas com R$ 1 milénio cada, já está disponível no portal Cidadã(o) Cultura (cidadaocultura.com.br), no link “Dixtopia”, nome do projeto que recebe incentivo da Lei Aldir Blanc.

Uma das idealizadoras do concurso, a jornalista e produtora cultural Marianna Marimon, explica que o enquadramento temático “futuros distópicos” é o princípio norteador das obras que serão submetidas à estudo de uma secretária de especialistas em literatura e artes visuais.

“Serão escolhidos seis projetos de cada linguagem. A teoria é estimular os artistas a imaginar outros mundos possíveis, a retratar transformações do seu cotidiano em um cenário de pandemia. Muita gente canalizou suas emoções na arte. A teoria é que tirem projetos da gaveta. Mas é evidente, porquê as inscrições ocorrem no período de um mês, há tempo hábil também para desenvolver novas obras com essa vertente”.

O secretário de Estado de Cultura, Esportes e Lazer (Secel-MT), Beto Machado ressalta a relevância do projeto, por ampliar a oportunidade a mais artistas mato-grossenses.

“O Dixtopia viabiliza a produção cultural de uma equipe que pensou em promover a inclusão de mais artistas no processo, ao tempo em que projeta novos nomes da literatura e das artes visuais sob o viés de uma linguagem inovadora”, observa.

As inscrições para o concurso “Dixtopia” são gratuitas e seguem até o dia 18 de fevereiro. As obras e documentos que garantem a participação no edital deverão ser enviados para o e-mail [email protected] com o objecto “habilitação do candidato”. O resultado será divulgado no site do Cidadão Cultura e nas redes sociais no dia 1º de março.

Revista do dedo e impressa

O projeto “Dixtopia” contempla ainda, leitores mato-grossenses ávidos pela linguagem experimental que reflete sobre temas do porvir, principalmente em um período marcado pelo salto tecnológico.

Os artistas interessados podem participar com contos, micro contos, poesias, ilustrações, poemas visuais, desenhos, colagens e fotografias. Os premiados terão suas obras divulgadas em uma revista nas versões impressa e do dedo.

Marianna ressalta que a disponibilização do teor em plataforma do dedo amplifica o alcance da arte mato-grossense.

“A revista de arte servirá não só porquê portfólio dos artistas, porquê também, cumprirá com a função de um mural da produção artística mato-grossense, alcançável a entusiastas da literatura e das artes visuais do mundo todo, além de registrar as impressões sobre um tempo que é divisor de águas”.

Será lançada até o final de abril de 2021 e além de disponibilizada para download gratuito, chegará a instituições públicas de ensino em formato impresso.

O projeto “Dixtopia” é realizado com recursos do edital da Lei Aldir Blanc – viabilizado pelo governo estadual, via Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer, em parceria com o governo federalista, via Secretaria Próprio da Cultura do Ministério do Turismo.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -