sexta-feira, maio 14, 2021

Concurso SEJUS ES: Autorizado com 600 vagas

- Publicidade -

Está Autorizado o novo concurso SEJUS ES (Secretaria de Justiça do Espírito Santo). O edital com 600 vagas para nível médio está previsto e deve ser divulgado no ano de 2021!

Ainda conforme o Despacho nº 268/2021 que autoriza o concurso serão 600 vagas imediatas, mais formação de cadastro suplente, para o missão de Inspetor Penitenciário, que tem exigência de nível médio. Confira o documento:

Elaboração do edital do concurso SEJUS ES

Um novo concurso SEJUS ES está autorizado e previsto para ser realizado no ano de 2021. De consonância com informações da Assessoria de Prelo do órgão, a elaboração do edital já está em curso.

O documento traz a informação de que serão ofertadas 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro suplente, para os antigos cargos de Agente Penitenciário e Agente de Escolta e Vigilância que agora passam a ser chamados de Inspetores Penitenciários.

O último torneio para a Secretaria de Justiça do Estado ocorreu no ano de 2012. Desde logo, a pasta vê o número de cargos vagos crescer nas unidades penitenciárias.

No ano de 2018, o logo governador Paulo Hartung, chegou a autorizar uma novidade seleção para efetivos da SEJUS ES. Mas, o edital acabou não sendo divulgado.

A oferta seria de 200 vagas para a curso de Inspetor Penitenciário. O missão exige o ensino médio completo, e tem salário inicial de R$ 2,9 milénio.

Além da SEJUS ES, o governo do Estado prevê a realização de outros 04 (quatro) concursos públicos no ano de 2021, sendo eles: Secretaria de Quinta (SEFAZ ES), Polícia Social do Espírito Santo (PC ES), Secretaria de Ensino (SEDU ES) e Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (IESES).

Posso participar do concurso Sefaz ES?

Para participar deste concurso os candidatos devem atender aos seguintes requisitos:

  • ter, na data da posse, 18 (dezoito) anos de idade, no mínimo;
  • ter, até a data do fecho do período das inscrições, 30 (trinta) anos de idade no supremo, independentemente de eventual prorrogação do período de letreiro.
  • possuir, na data da posse, Certificado de Desfecho do Ensino Médio ou equivalente, ministrado por escola oficialmente reconhecida;
  • possuir, na data da posse, Carteira Vernáculo de Habilitação (CNH), Categorias “B”, “C”, “D” ou “E”;
  • ter estatura mínima descalço, sem meias e desvelado de 1,65m se homens e 1,60m se mulher, por ocasião da prova de condicionamento físico.

 

Qual o salário do Inspetor Penitenciário?

A remuneração inicial está em torno de R$ 2.988,13 podendo chegar a ganhos de R$ 5.717,57.

SEJUS ES realizou concurso para temporários em 2019

Para suprir temporariamente a demanda por novos funcionários, a Secretaria de Estado de Justiça do Espírito Santo
divulgou, no final do ano de 2019, edital de processo seletivo. A oferta foi de 100 vagas temporárias para as regiões da Grande Vitória e Aracruz, Setentrião e Sul.

Houve ainda formação de cadastro de suplente, na qual os candidatos aprovados puderam ser convocados no percurso do prazo de validade do torneio.

Os candidatos foram selecionados unicamente pela entrega de documentação comprobatória da qualificação profissional. Além da comprovação de idoneidade e conduta ilibada na vida pública e na vida privada.

Sobre a SEJUS ES

A Secretaria de Estado da Justiça – SEJUS é o órgão do Governo Estadual responsável pela coordenação, fala, planejamento, implantação e controle da Política Penitenciária Estadual, em conformidade à Lei de Realização Penal (Lei 7.210), compreendendo a governo dos estabelecimentos penais que compõem o sistema penitenciário capixaba.

Sua missão é utilizar a Lei de Realização Penal de forma humanizada, garantindo a segurança do Estado e de todos os envolvidos no envolvente prisional, proporcionando à pessoa privada de liberdade, condições dignas de reintegração social, sob a visão de ser referência vernáculo na adoção de políticas de reintegração social para pessoas privadas de liberdade, primando sempre pelo controle integral do envolvente prisional por segmento do Estado.

O Instituto Estadual de Proteção e Resguardo do Consumidor (Procon/ES) está vinculado à Secretaria de Estado da Justiça
. Porém, é uma autonomia com autonomia administrativa e financeira, não sendo, portanto, subordinado hierarquicamente à SEJUS.

Missão

Impor a Lei de Realização Penal de forma humanizada, garantindo a segurança do Estado e de todos os envolvidos no envolvente prisional, proporcionando à pessoa privada de liberdade, condições dignas de reintegração social.

Visão

Ser referência vernáculo na adoção de políticas de reintegração social para pessoas privadas de liberdade, primando sempre pelo controle integral do envolvente prisional por segmento do Estado.

Competências

A Secretaria de Estado da Justiça – SEJUS é de natureza substantiva e tem porquê cultura a coordenação, a fala, o planejamento, a implantação e o controle da Política Penitenciária Estadual nos termos do Capítulo II, Título V, da Constituição Estadual; a supervisão e a fiscalização da emprego das penas privativas de liberdade e das medidas de segurança, em fala com a Vara de Execuções Criminais para cumprimento da Lei Federalista nº 7.210, de 11 de julho de 1984; a supervisão dos Programas Assistenciais aos reclusos e seus familiares, com vistas a sua reintegração à sociedade, muito porquê às vítimas e suas famílias; a implementação da Política Pública de proteção a vítimas e testemunhas de infrações penais; a promoção do atendimento ao indiciado, réu ou réprobo, para reparo ou tratamento psiquiátrico; o controle e supervisão da muchacho e do jovem submetidos a medidas de proteção e socioeducativas, em integração operacional na forma da Lei; a coordenação e promoção das políticas de prevenção e ensino quanto ao consumo de drogas e a repressão ao narcotráfico; a coordenação, a promoção e a implementação das políticas de proteção e resguardo do consumidor, em ação integrada com os organismos voltados ao atendimento e repressão; o relacionamento com autoridades consulares; a promoção de mecanismos institucionais porquê o plebiscito e o referendo popular; o encaminhamento das iniciativas populares de Projetos de Lei e as ações relativas ao cumprimento da legislação vigente no que concerne aos direitos humanos, muito porquê no que diz reverência às ações de resguardo dos direitos da mulher; a promoção, no que couber, do cumprimento e observância das leis; o registro, guarda e proteção documental das leis estaduais; a governo, o controle e orientação permanente dos órgãos e entidades integrantes do sistema comandado pela Secretaria.

Último concurso SEJUS ES

Já o último concurso
SEJUS ES para efetivos teve seu edital publicado no ano de 2012. Na ocasião, o edital ofertou 500 vagas. Do quantitativo totalidade, 250 vagas foram para o missão de Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária e 250 vagas para a curso de Agente Penitenciário.

Ambas as funções exigiram o ensino médio completo, Carteira Vernáculo de Habilitação (CNH), idade de 18 anos a 30 anos. Além de, na data da emprego da prova de condicionamento físico, estatura mínima, descalço e desvelado, de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres.

A mesa organizadora responsável pela realização do torneio
, foi a Instauração Vunesp. Os candidatos foram avaliados por meio de 06 (seis) fases, sendo elas:

1ª Tempo: Prova Objetiva;

2ª Tempo: Prova de Condicionamento Físico;

3ª Tempo: Inspecção de Saúde;

4ª Tempo: Prova de Orientação Psicológica;

5ª Tempo: Comprovação de Idoneidade e Conduta Ilibada na Vida Pública e na Vida Privada;

6ª Tempo: Curso de Formação.

A prova objetiva foi composta por 50 questões, das quais 30 questões foram de Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Matemática e Atualidades) e 20 questões de Conhecimentos Específicos (Direitos Humanos, Lei nº 7.210/84 – Lei de Realização Penal, Lei Complementar Estadual n.º 46/94, Lei n.º 9.455/97: Define os Crimes de Tortura).

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -