Concurso TJ SP: Conheça a curso de Escrevente

- Publicidade -

Atenção concurseiros! Um novo concurso TJ SP
(Tribunal de Justiça de São Paulo) está em planejamento para 2021, para preenchimento da curso de Escrevente Técnico Judiciário, com exigência de nível médio. Confira requisitos, salários, benefícios, atribuições e possíveis lotações da curso.

Concurso TJ SP: seleção para 2021

A previsão do TJ de São Paulo
é que o novo edital seja publicado ainda em 2021, entretanto, o número de vagas ofertadas ainda não foi revelado.

O órgão afirmou que o concurso será para reposição de servidores, uma vez que o tribunal dispõe de mais de 5 milénio cargos vagos de Escreventes. As vagas serão logradas nas Comarcas da Capital e nas Circunscrições que compõem a 1ª e 4ª Regiões Administrativas Judiciárias do Estado.

O superintendente de planejamento da Instalação Vunesp, Henrique Luiz Monteiro, confirmou tratativas para o novo concurso e que a previsão é de emprego de provas ainda no primeiro semestre de 2021.

“Até onde eu tenho conhecimento, (o concurso) é para o primeiro semestre. Pode ser que a prova aconteça até meados de junho. Não é reservado, mas o pessoal pode ir estudando porque o concurso para o TJ SP está ‘quente’”, afirmou Monteiro.

Concurso TJ SP – requisitos e informações sobre o incumbência

O incumbência de Escrevente do Tribunal de Justiça de São Paulo
exige do candidato ensino médio, para letreiro. Os salários ficam entre R$ 4.981,71 e R$ 5.624,12.

Além dos vencimentos de salários, os aprovados ainda recebem auxílio-alimentação e auxílio-saúde, com valores de R$ 924 e R$ 300, respectivamente. Esse era o valor em 2017; agora, os valores deverão ser atualizados.

O concurso TJ SP é uma ótima oportunidade para os concurseiros com nível médio de escolaridade e que desejam um bom salário e segurança. Ficou interessado(a)? Confira algumas dicas de estudos
!

Lotações

Os aprovados no concurso serão logrados para as comarcas da 1ª e 4ª Regiões administrativas judiciárias, que engloba a capital São Paulo e municípios do interno.

O último edital para Escrevente contemplou chances para a 1ª Região administrativa, para as localidades de São Paulo; São Bernardo do Campo; Diadema; Santo André; Mauá; Ribeirão Pires; Rio Grande da Serra; São Caetano do Sul; Osasco; Barueri; Carapicuíba; Jandira; Santana de Parnaíba; Guarulhos; Arujá; Mairiporã; Santa Isabel; Mogi das Cruzes; Ferraz de Vasconcelos; Guararema; Itaquaquecetuba; Poá; Suzano; Itapecerica da Serra; Cotia; Embu das Artes; Embu Guaçu; Itapevi; Taboão da Serra; Vargem Grande Paulista.

Por outro lado, a 4ª Região administrativa abrange os municípios de Campinas; Cosmópolis; Paulínia; Valinhos; Jundiaí; Caieiras; Cajamar; Campo Limpo Paulista; Francisco Morato; Franco da Rocha; Itatiba; Itupeva; Louveira; Várzea Paulista; Vinhedo; Bragança Paulista; Atibaia; Jarinu; Nazaré Paulista; Pinhalzinho; Piracaia; Mogi Mirim; Artur Nogueira; Conchal; Itapira; Mogi Guaçu; Rio Evidente; Brotas; Itirapina; Limeira; Araras; Cordeirópolis; Pirassununga; Leme; Porto Ferreira; Santa Rita do Passa Quatro; Piracicaba; Capivari; Cerquilho; Laranjal Paulista; Monte Mor; Rio das Pedras.

Integram ainda a 4ª Região, as cidades de São Pedro; Tietê; São João da Boa Vista; Aguaí; Espírito Santo do Pinheiral; Vargem Grande do Sul; Americana; Hortolândia; Novidade Odessa; Santa Bárbara D’Oeste; Sumaré; Arrimo; Águas de Lindóia; Jaguariúna; Pedreira; Serra Negra; Socorro.

Atribuições

Responsáveis por executar atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo, os Escreventes ainda trabalham para dar curso em processos judiciais e administrativos, junto às unidades do Tribunal de Justiça.

Os contratados ainda devem atender o público interno e extrínseco, elaborar e conferir documentos, controlar a guarda do material de expediente, além de estarem atualizados quanto à legislação pertinente à extensão de atuação e normas internas.

Últimos concurso TJ SP

Publicado em 2017, o último concurso TJ SP para Escrevente Judiciário ofertou 590 vagas. As oportunidades foram para as comarcas da 1ª a 4ª Regiões, sob a organização da secretária Instalação Vunesp.

Os inscritos foram avaliados por meio de provas práticas e objetivas. Nos exames objetivos, foram 100 questões de múltipla escolha, distribuídas por três blocos de teor, sendo: 

  • Conjunto I: Língua Portuguesa
  • Conjunto II: Conhecimentos em Recta (Recta Penal, Recta Processual Penal, Recta Processual Social, Recta Constitucional, Recta Administrativo, Normas da Corregedoria Universal da Justiça)
  • Conjunto III: Conhecimentos Gerais (Atualidades, Matemática, Informática e Raciocínio Lógico).

Ou por outra, ainda foi realizada uma prova prática de formatação e digitação.

Um outro edital ainda foi publicado em dezembro de 2017, com chances para Escrevente, com vagas para as comarcas do interno e litoral. Foram 235 vagas no concurso, com a organização também da Vunesp. 

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -