segunda-feira, maio 17, 2021

Concursos bancários com vagas para a espaço de TI. Entenda!

- Publicidade -

Ultimamente tem sido geral a espaço bancária penetrar vagas com foco na espaço da Tecnologia da Informação. Os profissionais deste setor têm sido cada vez mais solicitados pelas instituições financeiras, não só cá no país porquê em todo o mundo.

Isso porque, atualmente as operações financeiras têm ocorrido cada vez mais no envolvente do dedo. Logo, a urgência de profissionais de TI se tornou uma veras para os bancos.

Há chances para quem possui os níveis médio ou superior, dependendo da instituição. Os ganhos oferecidos são a partir dos R$4 milénio. E atualmente alguns concursos bancários para a espaço estão abertos e outros estão previstos para ocorrer ainda em 2021.

No caso dos abertos estão em curso os concursos Basa, em Amazônia, e Banese, no Sergipe. Já entre os previstos estão 100 vagas de nível superior para o Banco de Brasília e o tão esperado novo concurso Banco do Brasil.

Quer saber quais são essas oportunidades, disciplinas que podem ser cobradas nesses concursos e o que faz um profissional voltado para a espaço de Tecnologia da Informação? Confira inferior!
 

Quais são os concursos bancários 2021?

Estudos para novo edital de concurso Banco do Brasil avançam

Atualmente, o Banco do Brasil vive a expectativa de um novo edital com 120 vagas de escriturário com foco na espaço de Tecnologia. No entanto, a publicação do edital da seleção já está prevista desde o início de 2020.

Entraves e discussões internas têm prorrogado a divulgação do documento com as regras da próxima seleção. Mas, segundo as últimas informações apuradas, os estudos para o próximo concurso Banco do Brasil seguem avançando.

A informação foi dada pelo BB à Folha Dirigida e mostra que, mesmo diante da repúdio do portanto presidente do banco, André Brandão, o novo edital continua nos planos da instituição.

Isso porque, o novo presidente do BB, Fausto Ribeiro, é contra a privatização da estatal, assim porquê o presidente Jair Bolsonaro. Logo, com os discursos alinhados é provável que o novo edital saia em breve.

Atualmente, o Banco do Brasil tem curso única para ingresso: a de escriturário, de nível médio. Desta forma, o próximo concurso deve descrever com vagas para esta posição.

Ao que tudo indica, a seleção deve repetir os moldes do edital de 2018, ou seja, com foco na espaço de Tecnologia da Informação.
 

Concurso BRB tem edital com 100 vagas previsto a partir de julho

A Assessoria de Prelo do Banco Regional de Brasília já informou à Folha Dirigida que a instituição trabalha para publicar o edital do seu novo concurso BRB 2021 no segundo semestre deste ano, sendo assim, a partir de julho.

De concórdia com BRB, o banco segue, agora, com os procedimentos para contratação da carteira organizadora. A expectativa é que sejam abertas 100 vagas, sendo 50 imediatas e 50 para a formação de um cadastro de suplente, na área de Tecnologia da Informação, de nível superior.

Conforme a instituição, o salário inicial previsto será de R$8.142 mais benefícios, porquê participação nos lucros e nos resultados, possibilidade de participação em projecto de saúde e em projecto de previdência complementar, auxílio-refeição/alimento e auxílio cesta alimento.

O novo concurso BRB, inclusive, já foi anunciado pelo presidente do banco, Paulo Henrique Costa. Segundo ele, o aval para a seleção foi oferecido pelo Juízo de Gestão.
 

Concurso Banese 2021 tem provas suspensas por conta da pandemia

concurso Banese 2021 está com as provas objetivas e discursivas suspensas em virtude da pandemia da Covid-19. Os exames ocorreriam no início de maio, no próximo dia 2. No entanto, um novo cronograma será divulgado “oportunamente”, segundo publicação no Quotidiano Solene do Estado.

O concurso tem o objetivo de preencher 45 vagas, sendo 25 para técnico bancário I, de nível médio, e 20 para técnico bancário III, com foco em TI e que exige nível superior em Informática ou qualquer espaço desde que seja pós graduado na espaço de Informática.

Conforme consta no edital Banese 2021, as remunerações são de R$2.223,60 (nível médio) R$4.361,94 (nível superior), sendo ambos com jornada semanal de 30 horas na fardo horária.

Os contratados para as vagas de nível superior terão que desenvolver e implementar projetos, processos, sistemas, produtos e serviços relacionados à Tecnologia da Informação (TI), cuja solução pode implicar níveis elevados de complicação, pronunciação entre times e multidisciplinaridade.

Ou por outra, identificar e investigar situações relativas a TI, propondo soluções internamente ou prospectando novas soluções no mercado extrínseco. Também atuar porquê interface de sua espaço de trabalho junto as demais áreas da organização, atendendo às demandas e necessidades específicas dessas outras áreas. E executar outras atividades correlatas na sua espaço de atuação.
 

Concurso Basa 2021 tem provas previstas para maio

Em função das medidas de prevenção à pandemia da Covid-19, o Banco da Amazônia também precisou retificar o cronograma do concurso Basa 2021. No entanto, a instituição já divulgou a data das próximas etapas da seleção.

As avaliações do concurso Basa, por exemplo, que serão por meio de uma prova objetiva, com caráter supressório e classificatório, posteriormente a retificação do cronograma da seleção, serão aplicadas no próximo dia 2 de maio.

Apesar da lotação do concurso ser em Belém, haverá emprego de provas em diversas localidades onde o Banco da Amazônia conta com unidades. Entre elas: Belém/PA, Boa Vista/RR, Cuiabá/MT, Macapá/AP, Manaus/AM, Palmas/TO, Porto Velho/RO, Rio Branco/AC, Santarém/PA e São Luís/MA.

O concurso conta com cinco vagas imediatas, mais formação de cadastro de suplente, para o função de técnico científico, na espaço de Tecnologia da Informação. O cadastro de suplente pode ter até 100 vagas.

A seleção é destinada aos graduados em Tecnologia da Informação ou espaço correlata. O salário inicial oferecido é de R$4.631,82. O valor é formado pelo vencimento vital de R$3.145,79 e pelo auxílio-alimentação (ticket e cesta alimento) de R$1.486,03.

Ou por outra, os profissionais contratados terão recta a alguns outros benefícios porquê, por exemplo, auxílio-creche, possibilidade de treino de funções gratificadas, a critério do Banco da Amazônia, possibilidade de subida e desenvolvimento profissional, possibilidade de participação no Projecto de Previdência Complementar do Banco da Amazônia – PrevAmazônia e participação nos lucros ou nos resultados da Empresa, observadas as disposições legais em vigor.
 

Concursos bancários com com foco na área de TI (Foto: Divulgação)
Concursos bancários com com foco na espaço de TI
(Foto: Pixabay)

Disciplinas cobradas em concursos bancários para a espaço de TI?

Em 2018, o edital do concurso Banco do Brasil para a contratação de escriturários, de nível médio, voltado para a espaço de Tecnologia da Informação causou certa surpresa em milhares de candidatos.

Na idade, o teor programático teve a inclusão de questões de Verosimilhança e Estatística, enquanto as disciplinas de Cultura Organizacional, Técnicas de Vendas e Atendimento (comuns ao função de escriturário tradicional) ficaram de fora.

Ou por outra, em 2018, o teor de Informática foi cobrado de maneira mais ampla, considerando que as contratações seriam específicas para espaço de TI.

Desta forma, a prova do último concurso contou com 70 questões, sendo 20 de Conhecimentos Básicos (cinco cada disciplina).

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • Atualidades do Mercado Financeiro; e
  • Matemática.

E 50 questões de Conhecimentos Específicos, sendo:

  • Conhecimentos Bancários (cinco questões);
  • Verosimilhança e Estatística (20); e 
  • Conhecimentos de Informática (35).

Já o último edital de concurso BRB para a espaço de TI foi publicado em 2019 e contou com avaliações objetiva e discursiva. Os candidatos tiveram 4h30 para concluir os exames aplicados pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades).

O inspecção de múltipla escolha contou com 60 questões, sendo sete de Língua Portuguesa, três de Raciocínio Lógico e Matemática, três de Governança Corporativa e Compliance e três de Inovação.

Além de duas de Lei Orgânica e Regime Jurídico dos Servidores do Região Federalista, duas de Conhecimentos sobre o DF e da Ride e, por término, 40 de Conhecimentos Específicos em em Tecnologia da Informação.

Na prova discursiva, os candidatos precisaram responder duas questões elaborando textos dissertativos e (ou) descritivos, com extensão mínima de 20 linhas e máxima de 30 linhas.
 

+Leia também → Concurso BRB 2021: veja as disciplinas cobradas para comentador de TI

No concurso Basa serão cobradas 60 questões, sendo 30 de Conhecimentos Básicos e outras 30 de Conhecimentos Específicos. A avaliação de Conhecimentos Básicos trará questões das disciplinas de: 

  • Língua Portuguesa: 10 questões;
  • Noções de Sistema Bancário: 10 questões;
  • Legislação: cinco questões; e 
  • Atualidades: cinco questões.

Ainda sem uma data definida, as provas do concurso Banese cobrarão 50 questões de Conhecimentos Básicos, sendo para a espaço de TI:

  • Língua Portuguesa;
  • Conhecimentos sobre estado de Sergipe;
  • Moral;
  • Modelagem de processos de negócio;
  • Matemática, Estatística e Raciocínio Lógico; e
  • Língua Inglesa

E outras 70 perguntas sobre Conhecimentos Específicos, sendo:

  • Conhecimento Bancários;
  • Banco de Dados;
  • Ciência de Dados;
  • Engenharia de Software;
  • Desenvolvimento de Sistemas de Computação;
  • Gestão e Governança de Tecnologia da Informação; e 
  • Segurança da Informação.
     

O que faz um profissional de TI na espaço bancária?

É importante substanciar que nem todas as vagas voltadas para o trabalho na espaço de Tecnologia da Informação nos bancos exige-se o nível superior. O concurso do Branco do Brasil, por exemplo, tem porquê porta de ingressão o função de escriturário, de nível médio.

Em 2018, o edital oferecia remuneração Inicial de R$ 2.718,73 e o requisito Fundamental foi unicamente o certificado de desenlace ou diploma de curso de nível médio expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Ensino, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Ensino.

Os convocados para a curso têm porquê atribuição a comercialização de produtos e serviços do banco, atendimento ao público, atuação no caixa, quando necessário, contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários e a redação de correspondências em universal.

Também fazem a conferência de relatórios e documentos, controles estatísticos, atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados, realização de outras tarefas inerentes ao teor ocupacional do função, compatíveis com as peculiaridades do banco.

A jornada de trabalho dos escriturários é de 30 horas semanais. No entanto, ainda é necessário esperar as especificações do função que será oferecido no próximo edital.

Já no BRB, o último edital para comentador de TI, exigiu diploma, devidamente registrado, de curso de graduação na espaço de Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Ensino.

Ao todo, foram 10 vagas mais cadastro de suplente para a função que tem porquê objetivo desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento e
codificando aplicativos.

Ou por outra, os analistas também devem dirigir ambientes informatizados, prestar suporte técnico ao cliente e elaborar documentação técnica. Estabelecer padrões, coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados e pesquisas tecnológicas em informática.

A remuneração oferecida no caso foi de R$7.690,22 para um jornada de trabalho de 6 horas diárias, caracterizando 30 horas semanais.

Nos concursos em curso, casos do Banco de Sergipe e Banco da Amazônia, as funções também têm porquê requisito o nível superior. No Banese, o salário-base é de R$4.361,94 para 30 horas semanais.

Os aprovados terão que desenvolver e implementar projetos, processos, sistemas, produtos e serviços relacionados à Tecnologia da Informação (TI), cuja solução pode implicar níveis elevados de complicação, pronunciação entre times e multidisciplinaridade,.

Além de identificar e investigar situações relativas a TI, propondo soluções internamente ou prospectando novas soluções no mercado extrínseco, atuar porquê interface de sua espaço de trabalho junto as demais áreas da organização, atendendo às demandas e
necessidades específicas dessas outras áreas e executar outras atividades correlatas na sua espaço de atuação.

Já no Basa, a remuneração Inicial é de R$3.145,79, também para 30 horas semanais. O requisito Fundamental é o nível superior em Ciência da Computação, Sistema de Informação, Gestão da Tecnologia da Informação.

Também podem concorrer formados em Tecnologia da Informação, Tecnologia em Bancos de Dados, Tecnologia em Processamento de Dados, Tecnologia em Rede de Computadores, Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação Estudo de Sistema e Tecnologia em Estudo e Desenvolvimento de Sistema.

Além de Informática, Ciência da Informação, Computação – ênfase em Sistema de Informação, Informática – Estudo de Sistema, Informática – Sistema de Informação, Tecnologia em Projeto de Sistema de Informação ou Desenvolvimento de Sistema.

Os profissionais terão que desenvolver atividades de natureza técnica – administrativa voltada aos processos internos da organização. Ou por outra, desempenhar atividades relacionadas ao ciclo de vida de desenvolvimento de projetos de sistemas:
levantamento de requisitos, modelagem, especificação, estudo, etc e estribar os usuários/gestores de negócio quando do registro da demanda à espaço de TI.

Também gerenciar as manutenções corretivas e evolutivas nos sistemas em produção, desenvolver aplicativos em envolvente WEB (Java, Dot.net, e PHP), dirigir, testar, homologar e documentar os sistemas de informação e desenvolver estudos de viabilidade técnica dos sistemas, prestar suporte técnico a incidentes (erros) em sistemas 2º e 3º níveis, extrair informações legais e gerenciais dos sistemas.

Gerar relatórios automatizados, calcular e propor correções definitivas e/ou melhorias nos sistemas e exigir e subsidiar a espaço de infraestrutura e produção nas implantações dos sistemas; indagar documentação de padrão de dados e especificações físicas dos bancos de dados.

Estudar e ajustar os níveis de fragmentação dos bancos de dados, configurar e disponibilizar o envolvente de bancos de dados, gerar e gerenciar as permissões em banco de dados; instalar SGBD, seus componentes e outros aplicativos necessários e instalar, configurar e utilizar patches relacionados a banco de dados.

Por término, monitorar as alterações em objetos de dados e nas estruturas de dados; monitorar eventos de segurança nos banco de dados, realizar backups, projeto lógico e físico de banco de dados, estudo de desempenho de processamento envolvendo banco de
dados, gerar e dirigir o padrão de dados corporativo; extrair informações (consultas) dos bancos/bases de dados para os gestores de negócio, verificar e zelar pela integridade do banco de dados e conceder e gerenciar as permissões de chegada.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -