terça-feira, maio 11, 2021

Confira 15 estados que oferecem Auxílios Emergenciais próprios

- Publicidade -

A princípio, com a finalidade de atender seus cidadãos mais necessitados, diversos estados já criaram Auxílios Emergenciais próprios, ou seja, de caráter estadual. Dessa maneira, é provável que o interessado possa amontoar os benefícios tanto federalista quanto estadual em alguns casos. No entanto, outros proíbem expressamente tal aglomeração.

Assim, o brasiliano que esteja em situação de pobreza ou de extrema pobreza deve conferir se o seu Governo Estadual apresenta tal benesse. Porém, não são todos os 26 estados que contam com o auxílio.

Nesse sentido, a lista inclui 14 estados, além do Província Federalista, quais sejam:

  • Acre
  • Amapá
  • Bahia
  • Ceará
  • Província Federalista
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Pará
  • Piauí
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Sul
  • Rondônia
  • São Paulo
  • Sergipe

Uma vez que funcionará cada favor estadual ou distrital

Logo, cada favor do estado ou do Província Federalista terá suas próprias regras e exigências. Dessa forma, o interessado deve conferir se cumpre com todos os requisitos para o requerimento.

Sendo assim, os valores variam entre R$ 100,00 e R$ 600,00. Portanto, em muitos casos, eles podem ser mais benéficos que o Auxílio Emergencial federalista, visto que oriente último varia entre R$ 150,00 e R$ 375,00.

Confira aquém, portanto, uma vez que são os benefícios de cada um dos entes federativos.

Acre: Programa Auxílio do Muito

Para qual público: famílias residentes em todo o território acreano que recebam R$ 178,00 por pessoa. Assim, por exemplo, em uma unidade familiar com 3 membros, a renda totalidade da mansão não pode passar de R$ 534,00.

Valor do favor: R$ 150,00 por 3 meses. No entanto, o uso do favor deverá ocorrer, necessariamente, em empreendimentos que possuam convênio com o governo estadual.

Critérios: 

  • Ter mais que 18 anos, com exceção de mães adolescentes.
  • Possuir Cadastro Único somente antes de 21 de março de 2021.
  • Não receber outros auxílios de distribuição de renda.

Amapá: Renda Cidadã Emergencial

Para qual público: seguirá as mesmas pessoas já contempladas pelo favor no ano de 2020. Demais, também inclui artistas que a Lei Aldir Banc abrange e guias de turismo.

Valor do favor: R$ 300,00 em uma parcela única. No entanto, ainda não há calendário de pagamento para 2021.

Critérios:

  • Viver em situação de pobreza ou de extrema pobreza.
  • Estar no CadÚnico.
  • Não ser beneficiário do Bolsa Família ou Renda pra Viver Melhor.

Bahia: Programa Estado Solidário

Para qual público: unidades familiares que possuam filhos na rede estadual de ensino que estejam no estado de pobreza ou extrema pobreza.

Valor do favor: R$ 150,00 por 6 meses.

Ceará: Cesta Básica

Para qual público: famílias com renda baixa.

Valor do favor: duas parcelas de R$ 100,00 em um cartão para compras no mercado.

Aliás, o Ceará contará com descontos em serviços variados, uma vez que:

  • Conta de pujança: o estado pagará todas aquelas com consumo de até 100 kw/hora até maio de 2021.
  • Vale Gás Social: valor mais barato para a compra do gás de cozinha por famílias do Cartão Mais Puerícia Ceará, Cadastro Único, Bolsa Família e Programa Superação.

Província Federalista: Prato Pleno

Para qual público: famílias locais que possuam renda de somente R$ 178,00 por pessoa.

Valor do favor: R$ 500,00 por 3 meses.

Demais, o DF também discute a possibilidade de mais R$ 408,00 para as famílias do Província Federalista em projeto de lei.

Critérios:

  • Ter renda familiar per capita igual ou menor a meio salário mínimo.
  • Estar em situação de instabilidade nutrir.
  • Ter a letreiro no Cadastro Único.
  • Residir no Província Federalista.

Espírito Santo: Cartão ES Solidário

Para qual público: famílias que estejam no Cadastro Único com todas as informações atualizadas.

Valor do favor: R$ 200,00 por 3 meses.

Critérios:

  • Morar no Espírito Santo.
  • Ter uma renda pessoal de até R$ 147,00.
  • Estar inscrito no Cadastro Único.
  • Ter na sua família uma muchacho de 0 a 6 anos de idade, ou um idoso supra de 60 anos ou, ainda, uma pessoa com deficiência.

Maranhão: Auxílio Emergencial para Turismo e Setor de Eventos

Para qual público: produtores de eventos, que tenham trabalhado entre 11 de março de 2019 e 11 de março de 2021, muito uma vez que guias de turismo.

Valor do favor: R$ 600,00.

Mato Grosso: SER Mais Família

Para qual público: famílias de baixa renda que morem no estado, além de estarem no CadÚnico.

Valor do favor: R$ 150,00 por 3 meses.

Critérios:

  • Morar em Mato Grosso.
  • Ter letreiro no CadÚnico
  • Estar em situação de pobreza e extrema pobreza, ou seja, quem recebe mensalmente até R$ 89,00 por pessoa.

Pará: Renda Pará

Para qual público: todas as categorias profissionais as quais a pandemia afetou diretamente, uma vez que cabeleireiros, barbeiros, esteticistas, guias de turismo, maquiadores, manicures, garçons, instaladores de som, DJs, assistentes de palco, operadores de áudio, técnicos de iluminação, músicos, educadores físicos autônomos e profissionais autônomos.

Valor do favor: R$ 500,00 em parcela única.

Critérios:

  • Não ter contrato vigente ou carteira assinada no momento.
  • Residir no Pará.
  • Não ser servidor público.
  • Exclusivamente receber esse favor, não podendo estar inscrito em outros programas de transferência de renda.

Piauí: Piauí Auxílio

Para qual público: profissionais do setor de bares, restaurantes, muito uma vez que de eventos.

Valor do favor: R$ 1.000,00 para empresas e R$ 500,00 para pessoas físicas.

Rio de Janeiro: Supera Rio

Para qual público: unidades familiares que possuem renda de até R$ 178,00 por membro, que constem no Cadastro Único, além de trabalhadores de renda subalterno a R$ 1.501,00 que ficaram desempregados a partir de 13 de março de 2020.

Valor do favor: entre R$ 200,00 a R$ 300,00, dependendo da quantidade de filhos do beneficiário, até o término do presente ano.

Rio Grande do Sul: Auxílio Emergencial Estadual

Para qual público: profissionais do setor de eventos, trabalhadores informais, desempregados e mães solo.

Valor do favor: duas parcelas mensais de R$ 400,00.

Rondônia: AmpaRO

Para qual público: famílias em situação de extrema pobreza.

Valor do favor: R$ 100,00 mensais até junho de 2021.

Critérios:

  • Estar em situação de vulnerabilidade social e cadastrado no Bolsa Família.
  • Possuir renda per capita de até R$ 89,00 declarada no Cadastro Único.

São Paulo: Bolsa Povo

Para qual público: famílias que tenham sido impactadas pela pandemia de diferentes maneira, já que o auxílio engloba as frentes de ofício, assistência social, habitação, incentivo, qualificação profissional e ensino.

Valor do favor: R$ 500,00.

Sergipe: Cartão Mais Inclusão

Para qual público: famílias incluídas no Cadastro Único que possuam renda baixa.

Valor do favor: R$ 100,00 mensais até julho de 2021.

Critérios:

  • Ser trabalhador autônomo ou informal, sem carteira assinada ou estar desempregado.
  • Estar inscritos no Cadastro Único.
  • Se encontrar em exigência de extrema pobreza ou pobreza.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -