quinta-feira, abril 22, 2021

conheça a curso de crítico de TI

- Publicidade -

novo concurso BRB está previsto para transpor a partir do segundo semestre deste ano. Ao todo, serão oferecidas 100 vagas, sendo 50 imediatas e 50 para a formação de um cadastro de suplente, no missão de crítico de tecnologia da informação.

O proclamação pegou muitas pessoas de surpresa, já que o último edital para o Banco Regional de Brasília foi publicado em 2019. Apesar do prazo de validade suspenso e prorrogado até 2022, o próximo concurso está confirmado.

Isso porque, segundo o banco, as vagas oferecidas em 2019, para a curso de crítico, foram todas preenchidas. Ou por outra, o cadastro de suplente também foi “zerado”, segundo o BRB.

Folha Cursos oferece preparação para concursos da dimensão Bancária: acesse agora!

Desta forma, quem aguarda pela publicação do próximo edital já pode encetar os estudos. Para ajudar nessa preparação, Folha Dirigida traz todos os detalhes sobre a curso de crítico de TI do BRB. Confira!

♦ Requisitos

Conforme o último edital, para ingressar porquê crítico de TI no BRB, os candidatos devem ter o diploma, devidamente registrado, de curso superior na dimensão de Informática.

♦ Remuneração

A remuneração inicial do crítico de tecnologia da informação, em 2019, era de R$7.690,22, para jornada de 30 horas. No entanto, de entendimento com o BRB, o salário atual previsto é de R$8.142

Ou por outra, os aprovados têm o recta a diversos benefícios porquê: participação nos lucros e nos resultados; possibilidade de participação em planos de saúde e de previdência complementar; auxílio-refeição/alimento; e auxílio-cesta/alimento.

♦ Atribuições do missão

O crítico de TI do Banco Regional de Brasília tem diversas atribuições, sendo as principais:

  • desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades;
  • gerir ambientes informatizados, prestar suporte técnico ao cliente e elaborar documentação técnica; e
  • estabelecer padrões, coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados e pesquisas tecnológicas em informática.

♦ Etapas do concurso

Os candidatos do concurso BRB ao missão de crítico de TI costumam ser avaliados por meio de provas objetivas e discursivas. Em 2019, o vistoria de múltipla escolha teve 60 questões para a curso, sendo elas de:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico e Matemático;
  • Governança Corporativa e Compliance;
  • Inovação;
  • Lei Orgânica do Província Federalista e Regime Jurídico dos Servidores do DF;
  • Conhecimentos sobre o Província Federalista e sobre a Ride; e
  • Conhecimentos Específicos do missão.

Para ser ratificado, na objetiva, é preciso não zerar as questões de Língua Portuguesa; ter 50% ou mais dos pontos na secção de Conhecimentos Gerais; e obter 50% ou mais nas questões Específicas.

Ou por outra, é preciso ter 50% ou mais da pontuação totalidade na avaliação. No caso da discursiva, em 2019, foram cobradas duas questões, que consistia na elaboração de textos dissertativos ou descritivos, com até 30 linhas.

Novo concurso BRB está confirmado para oriente ano
 (Foto: Paulo H. Roble/Escritório Brasília)

 Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Banco Regional de Brasília (BRB)
  • Cargos: crítico de tecnologia da informação
  • Vagas: 100 (50 imediatas e 50 em cadastro suplente)
  • Requisitos: nível superior
  • Remuneração: R$8.142
  • Carteira: a definir
  • Edital: a partir do segundo semestre de 2021

Confira mais detalhes sobre o último concurso BRB

Realizado em 2019, o último concurso BRB ofereceu 113 vagas mais formação para cadastro de suplente, em cargos dos níveis médio e superior.

Ao todo, a seleção teve mais de 92 milénio inscritos. A curso de jurisconsulto foi a mais concorrida, com 2.754 candidatos para uma única oportunidade. 

Em seguida ficou o missão de escriturário, de nível médio. A função, que é a porta de ingresso para a dimensão Bancária, teve 84.317 inscritos para 100 oportunidades, gerando uma concorrência de 843 pessoas por vaga.

Para a função de crítico de tecnologia da informação, que contou com dez oportunidades, a concorrência ficou em 422 candidatos por vaga. 

Por término, também foram registradas 680 inscrições para engenheiro de segurança do trabalho e 97 para médico do trabalho, tendo estes dois últimos uma vaga cada.

Prepare-se para concursos da dimensão Bancária com Folha Cursos

Os profissionais selecionados pelo BRB são contratados por meio do regime celetista, ou seja, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho. Já as remunerações iniciais variam entre R$3.204,26 e R$19.530,67.

Segundo o BRB, desde o ano pretérito foram chamadas seis turmas de concursados aprovados, contabilizando 298 pessoas (214 escriturários, 64 analistas de TI, um engenheiro do trabalho, três médicos do trabalho e 16 advogados).

Ainda de entendimento com o banco, a diferença nos prazos de validade segue a disposição prevista na Lei 6.662/20, que autoriza a suspensão dos concursos públicos no DF em decorrência da pandemia de Covid-19.

“Em um momento de pandemia, a medida reforça nosso compromisso e zelo com as pessoas”, disse o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, na última terça, 9.

Por conta das medidas sanitárias durante a pandemia, todos os novos empregados convocados têm participado de processo de integração por meio do dedo.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -