sexta-feira, fevereiro 26, 2021

‘cronograma está mantido’, diz Cebraspe

- Publicidade -

O cronograma do concurso PF 2021 está mantido e as provas devem intercorrer normalmente no próximo dia 21 de março.  A informação foi passada na tarde desta terça-feira, 23, pelo Cebraspe, mesa organizadora.

A incerteza surgiu nos candidatos pelo traje de o Depen e as Polícias Civis do Paraná e Rio Grande do Setentrião terem diferido as suas provas nos últimos dias. 

Em resposta à Folha Dirigida, a mesa de Brasília confirmou a manutenção das datas. 

“O Cebraspe informa que os cronogramas dos demais eventos estão mantidos.”

A reportagem da Folha Dirigida também questionou a Polícia Federalista nesta terça-feira, 23. Em resposta, a corporação informou que essa decisão é do Cebraspe. 

“As perguntas devem ser encaminhadas para a mesa organizadora do concurso”, disse a PF por e-mail.
 

Concurso PF tem cronograma mantido
(Foto: Divulgação)

 

Saiba porquê serão as provas objetivas do concurso PF

A primeira lanço do concurso PF consistirá nas provas objetivas e discursivas. As avaliações serão aplicadas nas 26 capitais, além do Província Federalista, podendo ainda ter novos locais de combinação com a demanda de inscritos. Ou seja, no dia 21 de março o Brasil inteiro estará focado na solução das 120 questões dos exames

Esta primeira período terá caráter supressório e classificatório. O teor cobrado envolverá disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos, que variam de combinação com cada incumbência. E a avaliação será no estilo notório ou falso, tradicional do Cebraspe.

Para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista a prova será dividida por três blocos da seguinte forma:

Prova objetiva do agente:

Conjunto I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Recta Administrativo, Noções de Recta Constitucional, Noções de Recta Penal e de Recta Processual Penal, Legislação Privativo, Estatística e Raciocínio Lógico.

Conjunto II, com 36 questões: Informática

Conjunto III, com 24 questões: Contabilidade Universal

Prova objetiva do escrivão:

Conjunto I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Recta Administrativo, Noções de Recta Constitucional, Noções de Recta Penal e de Recta Processual Penal, Legislação Privativo, Estatística e Raciocínio Lógico.

Conjunto II, com 36 questões: Informática

Conjunto III, com 24 questões: Contabilidade Universal e Arquivologia

Prova objetiva do papiloscopista:

Conjunto I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Recta Administrativo, Noções de Recta Constitucional, Noções de Recta Penal e de Recta Processual Penal, Legislação Privativo, Estatística e Raciocínio Lógico.

Conjunto II, com 36 questões: Informática.

Conjunto III, com 24 questões: Biologia, Física e Química.

Para ser habilitado na objetiva do agente, escrivão e papiloscopista o candidato terá que compreender ao menos 48 pontos na prova, além de, no mínimo, seis pontos no conjunto I, três no conjunto II e dois no conjunto III. 
 

E para a curso de solicitador serão 120 perguntas objetivas de Recta Administrativo Recta Constitucional, Recta Social, Recta Processual Social, Recta Empresarial, Recta Internacional Público e Cooperação Internacional, Recta Penal, Recta Processual Penal, Criminologia, Recta Previdenciário, Recta Financeiro e Tributário. 

Para ser considerado autenticado, o concorrente terá que obter, pelo menos, 48 pontos na prova. O resultado da avaliação está previsto para transpor no dia 9 de abril.

A avaliação discursiva também vai variar conforme o incumbência escolhido. Todos os cargos, exceto o solicitador, realizarão um texto dissertativo de no supremo 30 linhas. O solicitador, por sua vez, terá pela frente três questões dissertativas e a elaboração de peça profissional.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -