terça-feira, maio 11, 2021

DF aprova Auxílio de R$ 600 para taxistas e motoristas de vans escolares

- Publicidade -

A Câmara Legislativa do Região Federalista (CLDF) aprovou em dois turnos um Auxílio Emergencial de R$ 600 que vai direto para taxistas. O favor vai também para motoristas de transporte escolar. Agora, o projeto segue para sanção do Governador Ibaneis Rocha (MDB).

Porquê esse projeto é do próprio Governo do Região Federalista, é muito provável que Ibaneis não vá demorar muito para sancionar. Seja porquê for, é preciso prestar atenção nos dispositivos que os deputados distritais inseriram no projeto em questão. Pode ser que o Governo discorde de alguns deles.

Um desses dispositivos que os deputados inseriram coloca os motoristas de transporte de turismo nesse auxílio. Certamente essa é uma mudança que vai trazer um impacto econômico para o projeto. Por isso, o Governo deve fazer uma reanálise da situação.

Caso o Governador negue a sanção, o projeto volta normalmente para uma segunda estudo na Câmara Legislativa. E aí isso seria uma péssima notícia para esses trabalhadores. Isso porque eles estão com pressa para receber esse favor.

Essa não é a primeira vez que o Região Federalista aprova um projeto deste tipo. No ano pretérito, já com o Brasil vivendo em pandemia, o Governo lugar aprovou um projeto muito semelhante para esses mesmos motoristas. A única diferença é que o valor do Auxílio no ano pretérito era de R$ 1.200. Agora serão três parcelas de R$ 600.

Motoristas querem auxílio

No corpo desse texto, o Governo alega que esses trabalhadores estão precisando muito desse tipo de ajuda agora. De harmonia com o projeto, a pandemia ainda está aí e esses trabalhadores ainda não voltaram ao normal. Pelo menos não até oriente momento.

Os motoristas de transporte escolar, por exemplo, ainda estão sofrendo muito com o fechamento das escolas. A grande maioria deles perdeu completamente a renda. Portanto o Região Federalista espera que esse auxílio ajude a minuir um pouco a situação para esses trabalhadores.

Essa não é, no entanto, uma situação que existe unicamente no Região Federalista. Nesta semana, a cidade do Recife, em Pernambuco, registrou um protesto de motoristas de transporte escolar. Eles pediam a inclusão deles em um auxílio municipal na Prefeitura da cidade.

Estados e municípios

Neste momento da pandemia, vários estados e municípios estão aprovando os seus próprios auxílios estaduais e municipais. E em muitos locais, esse auxílio está indo diretamente para grupos específicos de trabalhadores. Em Pernambuco, por exemplo, há auxílio para pessoas que trabalham com o carnaval.

No Maranhão, o auxílio vai para catadores de latinhas. No Ceará, tem auxílio para os trabalhadores de restaurantes e bares. É portanto uma situação semelhante ao que se vê no Rio Grande do Sul. O auxílio gaúcho atende também os trabalhadores de eventos.

Mas o Presidente Jair Bolsonaro já disse mais de uma vez que é contra o pagamento de auxílios pelos Governos dos estados. De harmonia com ele, esses auxílios acabam transformando os cidadãos em “seres dependentes do estado”. Mas o próprio Governo Federalista já começou a remunerar o seu próprio Auxílio Emergencial.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -