sexta-feira, junho 25, 2021

Dia das Mães: campanha distribui 400 toneladas de víveres em comunidades

- Publicidade -

No Dia das Mães as famílias de comunidades poderão narrar com um almoço dissemelhante. A Mediano Única das Favelas (Cufa) conseguiu receptar murado de 400 toneladas de víveres, o totalidade é quase quatro vezes maior do que o esperado pela campanha.

O jogo no estádio do Mineirão, neste sábado (08), em Belo Horizonte, foi o principal ponto de arrecadação das doações. A quantidade de víveres doada, deve, pelo menos, amenizar os resultados de uma pesquisa recentemente divulgada pela própria Cufa.

De consonância com os dados, divulgados na sexta-feira (07), 95% das mães de comunidades afirmavam que para preparar o almoço ou jantar teriam problemas, já que a falta de verba era é uma veras limitadora.

O levantamento também expos que 84% das mães relataram que a sua renda diminuiu com a pandemia, além de  72% ser director de família. Isso sem narrar a parcelas das mães que tiveram o auxílio emergencial refutado, três em cada 10 mães relatou estar nesta situação.

Ainda, de consonância com a pesquisa, 82% das mulheres são responsáveis por comprar os víveres para a família.

“O novo auxílio demorou a chegar, o valor é insuficiente e alcança um número menor de famílias”, disse ao G1, Renato Meirelles, presidente do Locomotiva.

Distribuição dos víveres para mães

Em todos os estados do Brasil a Cufa realizou doações de víveres. No Acre, por exemplo, os chamados ribeirinhos, receberam a cesta de víveres de paquete. Ainda no Rio Grande do Sul e Belo Horizonte as cestas de manjar também foram distribuídas para comunidade.

André Luiz Silva, representante da Cuga, chegou a fazer da sua moradia ponto de distribuições das cestas. “Nossa maior alegria é amanhã a gente olhar e ver as mães da favela Sumaré recebendo as doações e fazendo almoço com bastante alegria para os seus filhos”, contou ao G1.

“Falta um arroz, um feijoeiro, falta um pouco de tudo”, explicou ao G1, Marta Guerra, que trabalha porquê flanelinha.

Doações caíram na pandemia

A arrecadação de víveres pela Cufa já caiu 80% de novembro para cá, justamente numa das épocas que a pandemia tem influenciado na renda das famílias da comunidade.

Em Sumaré, pelo menos, 200 famílias poderão fazer um almoço no Dia das Mães. “Nós desenvolvemos todas as ações pensando nelas, que são aquelas que, na verdade, que faz a gestão das suas residências, e muitas delas, são mães solo, cuidam de toda família sozinhas”, explica Celso Athayde, fundador da Cufa.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -