sexta-feira, junho 25, 2021

Dia das Mães em Fortaleza: negócio vai ter reforço de 30% no policiamento para evitar aglomeração e crimes | Ceará

- Publicidade -

O negócio para o Dia das Mães em Fortaleza vai lucrar um reforço de 30% no policiamento. O quantitativo será o mesmo para o interno do Estado. Na capital o foco principal será o Meio.

De convenção com o titular da Secretaria da Segurança Pública (SSPDS), Sandro Caron, houve uma reunião nesta quinta-feira (6) com a Fecómercio, CDL, Associação dos Shoppings e a Abrasel, para estabelecer uma vez que será feita a segurança. Objetivo é evitar aglomerações.

“Nós teremos um reforço de 30% no policiamento cá em Fortaleza e outros pontos do Estado. Teremos uma atenção peculiar uma vez que locais uma vez que o Meio que haverá ali muita movimentação e por isso fizemos uma importante reunião com a Fecómercio, CDL, Associação dos Shoppings e a Abrasel. Além da preocupação da polícia com os crimes temos também esse papel aí juntamente com os órgãos de fiscalização de garantirmos que tudo transcorra dentro da normalidade sem aglomerações”, afirmou Caron.

  • Igrejas voltam a poder funcionar aos fins de semana até 17h no Ceará
  • Segunda ração de CoronaVac volta a ser aplicada em Fortaleza nesta segunda; veja orientações

Ainda segundo Caron haverá reforço policial nos shoppings em parceria com os estabelecimentos. “Os próprios shoppings vão solicitar o reforço do efetivo e teremos sim equipes lá fora que atuarão conforme a premência”, completou.

Restaurantes vão evitar aglomerações

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Taiene Righetto, assegurou que os restaurantes na data peculiar vão atender todos os protocolos de segurança para evitar aglomerações. Ele reforça também que os estabelecimentos estão orientados em não fazer lista de espera.

“Estamos tomando várias precauções e principalmente uma delas a orientação para os restaurantes tentar atender o sumo verosímil sobre as reservas, se você consegue controlar que está indo ao restaurante. Orientamos também que não façam a lista de espera. Ou seja, as pessoas que não fizeram suplente e que não tem espaço no restaurante que ela chegou não se aglomerem em suplente de espera tanto dentro uma vez que fora do restaurante”, disse.

Veja o que funciona e quais horários

O decreto divulgado no último sábado (1º) liberou academias de ginástica, barraca de praia, igrejas e lojas de rua e de shoppings para funcionar também aos fins de semana, porém, com limitações, alterou horários e o pausa do toque de recolher. As novas regras passam a valer a partir desta segunda-feira (3).

As atividades e circulação de pessoas só devem ocorrer dentro do horário de “toque de recolher” previsto no decreto, que é das 20h às 5h, de segunda a sexta-feira, e das 19h às 5h, no sábado e no domingo.

Aglomeração e circulação de pessoas em espaços públicos ou privados, tais uma vez que praias, praças, calçadões – exceto no caso da prática esportiva individual ou “deslocamentos imprescindíveis” – não são permitidas.

Veja uma vez que fica cada setor:

  • Segunda a sexta: de 6h às 18h
  • Aos fins de semana: até 15 horas, podendo ser até 17 horas se a ateneu for localizada em shopping.

Os estabelecimentos devem respeitar a capacidade máxima de 25% de atendimento simultâneo aos clientes e o treino ou lição devem ser feitos por agendamento.

Negócio de rua e shoppings

Negócio de rua e restaurantes: 10h às 16h
– Negócio de shopping e praças de sustento: 12h às 18h

Comercio de rua e restaurantes: 10h às 15h
Negócio de shopping e praças de sustento: 12h às 17h

Negócio da José Avelino

No decreto municipal de Fortaleza, editado pelo prefeito Sarto Nogueira (PDT), há a especificação de funcionamento do negócio atacadista de vestuário nos entornos da Rua José Avelino, no Meio da capital.

Segundo a norma, os serviços devem funcionar diariamente, entre 6h e 12h (segunda a sexta-feira) e entre 7h e 12h (fins de semana). A capacidade limite de atendimento é de 40%.

  • Segunda a sexta: de 10h às 16h
  • Aos fins de semana: de 10h às 15h

As barracas de praia só podem funcionar na modalidade de restaurante, ou seja, piscinas e parques aquáticos não devem ser utilizados por enquanto.

  • Segunda a sexta: é permitido realizar celebrações presenciais desde que respeitados o limite de 25% da capacidade e os protocolos sanitários e o horário do “toque de recolher”
  • Aos fins de semana: celebrações presenciais até 17h, com as devidas medidas sanitárias, com limite de capacidade de 25%.

O atendimento presencial para moca da manhã está permitido, dando autorização de funcionamento a partir das 6h a padarias, supermercados e congêneres, durante todos os dias da semana.

Camilo Santana salientou ainda que municípios que estão com situação mais sátira da pandemia estão autorizados a instaurarem decretos de isolamento social mais rígidos.

No decreto anterior, o governo já havia autorizado do ensino presencial em escolas ate o 9º ano, com 40% da capacidade das turmas

Em relação às escolas, ainda deve ser oferecido o ensino remoto, caso seja a opção dos responsáveis pelos estudantes.

O Campeonato Cearense de Futebol da série A também está autorizado a intercorrer, seguindo os horários estabelecidos no decreto.

Aulas práticas de direção veicular podem funcionar, com agendamento prévio, de segunda a sexta-feira (entre 6h e 18h) e aos sábados e domingos (entre 6h e 15h).

Negócios que atuem uma vez que serviço de buffet podem funcionar unicamente na modalidade restaurante, com restrição de 40% na capacidade totalidade do sítio e nos horários pré-estabelecidos para o setor de sustento fora do lar.

O decreto também permitiu a realização de concursos e seleções para o serviço público, desde que observadas todas as regras sanitárias vigentes.

Assista às notícias do Ceará no G1 em 1 Minuto:

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -