edital fica para julho e secretário revel…

- Publicidade -

O edital do concurso Sefaz AL não será mais publicado neste mês de junho. Segundo o secretário de Estado da Rancho de Alagoas, George Santoro, o documento está previsto para o dia 2 de julho.

Ainda segundo o secretário, a previsão é para que as provas ocorram nos dias 23 e 24 de outubro, por meio do Cebraspe, o organizador. O resultado final do concurso está previsto para o dia 7 de janeiro de 2022.

“O ritmo segue vertiginoso, tendo em vista que o planejamento começou em janeiro deste ano, sempre prezando pela transparência. Fortuna a todos!”, disse o secretário.

Ao todo, serão abertas 35 vagas. Desse totalidade, 25 serão para auditores fiscais da receita estadual e dez para auditores de finanças, controle e arrecadação. Ambas as carreiras exigem o nível superior em qualquer dimensão.

Os aprovados terão salários de R$8.264,90 (auditor de finanças e controle) e R$9.471,42 (auditor fiscal da rancho estadual), conforme os valores praticados em 2019. 

Os candidatos habilitados em todas as etapas serão lotados, em um primeiro momento, somente em Maceió. Ou por outra, não será formado cadastro de suplente.

Concurso Sefaz AL sairá em julho
(Foto: Ascom Sefaz AL)

Saiba mais sobre a seleção

  • Órgão: Secretaria da Rancho de Alagoas
  • Cargos: auditor fiscal da receita estadual e auditor de finanças, controle e arrecadação
  • Vagas: 35
  • Requisitos: nível superior em qualquer dimensão
  • Remuneração: R$8.264,90 (auditor de finanças) e R$9.471,42 (auditor fiscal)
  • Secretária: Cebraspe
  • Edital: 2 julho de 2021
  • Provas: 23 e 24 de outubro

Confira detalhes do último concurso Sefaz AL

concurso Sefaz AL 2019, que ofereceu 85 vagas, não foi suficiente para suprir a urgência de contratações já que servidores migraram para outros estados, porquê informou em nota a Sefaz AL.

“A possibilidade de realização de um novo concurso já é discutida, devido alguns auditores que assumiram recentemente o incumbência optarem por outros estados onde foram aprovados em certames anteriores. Rio Grande do Sul e Bahia nomearam servidores; no Região Federalista o concurso foi finalizado; já em Goiás, a justiça determinou a nomeação”, disse a pasta.

A seleção de 2019 teve a organização do Cebraspe. Já os candidatos foram avaliados por meio de duas etapas, sendo elas: provas objetivas e discursivas. 

A primeira, no padrão “verdadeiro ou falso” – tradicional da secretária, foi aplicada com quatro horas e meia de duração. Ao todo, foram cobradas 160 questões sobre as seguintes disciplinas:

  • Tecnologia da Informação
  • Português
  • Recta Constitucional
  • Recta Administrativo
  • Recta Tributário
  • Recta Social
  • Recta Penal
  • Recta Empresarial
  • Contabilidade Universal
  • Raciocínio Lógico
  • Economia

Prepare-se para concurso fiscais com a Folha Cursos

Folha Cursos

Já a prova discursiva foi aplicada em três horas, sendo composta por dois estudos de caso para cada incumbência.

Para ser validado na objetiva era preciso obter nota igual ou superior a 20 pontos na segmento de Conhecimentos Básicos, 18 pontos em Conhecimentos Específicos e 48 pontos ou mais no conjunto das avaliações.

Já na discursiva foi validado quem obteve 15 pontos ou mais. Os classificados foram contratados conforme o regime estatutário.

Inicie seus estudos com a Folha Cursos

Folha Cursos chegou para aligeirar os seus estudos. Em nossa novidade plataforma, você encontra materiais completos, otimizados e sem enrolação!

Confira a seguir os cursos preparatórios já disponíveis:

Por incumbência

Por curso

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -