segunda-feira, junho 14, 2021

edital PUBLICADO para 50 vagas e R$ 12,4 milénio!

- Publicidade -

O edital para o concurso Sefaz ES foi publicado com a oferta de 50 vagas imediatas, além de cadastro suplente com 100 nomes para o missão de Auditor Fiscal. Os salários iniciais na Secretaria de Herdade do Espírito Santo são de R$12.492,19, de combinação com o edital.

A secção de conhecimentos específicos da Prova Objetiva será realizada preferencialmente na cidade de Vitória/ES, na data provável de 29 de agosto de 2021,das 8h às 12h, segundo o horário de Vitória/ES. 9.2 A secção de conhecimentos gerais da Prova Objetiva e a Prova Discursiva serão realizadas na data provável de 29 de agosto de 2021,das 14h30 às 19h, segundo o horário de Vitória/ES.

Será respeitado o percentual de 10% (dez por cento) previsto na Lei Estadual nº 7.050/2002 que dispõe sobre a suplente de vagas para candidatos com deficiências. Conforme disposto na Lei Estadual nº 11.094/2020, serão reservados aos negros 17% (dezessete por cento) e aos indígenas 3% (três por cento) das vagas oferecidas.

A estudo do edital do concurso Sefaz ES estará disponível a partir das 9h do dia 27 de maio de 2021:

Cupom SEFAZES25 válido até 3/6/2021

Organizado pela FGV, o concurso Sefaz ES oferta oportunidades para Auditor Fiscal, que exige nível superior completo em qualquer espaço.

As inscrições para o concurso Sefaz ES se encontrarão abertas no período de 31 de maio de 2021 a 5 de julho de 2021.

Resumo concurso Sefaz ES

Faça secção do meato de Telegram para o compartilhamento de notícias em TEMPO REAL! Você nunca mais vai permanecer de fora das novidades, clique cá e participe.

Cargos, vagas e salários

Veja uma vez que será a separação das vagas do concurso Sefaz ES, de combinação com edital:

concurso sefaz es vagas salarios

Sobre a remuneração no concurso Sefaz ES, ainda existem alguns benefícios importantes: auxílio sustento de R$ 300, além de produtividade semestral (média de R$ 6.000,00/semestre).

Para ler mais sobre a curso, leia esta entrevista com um Auditor Fiscal da Sefaz ES.

Etapas do concurso Sefaz ES

Para o missão de Auditor Fiscal da Receita Estadual haverá Prova Objetiva, de caráter supressivo e classificatório; Prova Discursiva, de caráter supressivo e classificatório; e Avaliação de Títulos, de caráter classificatório. As provas serão realizadas preferencialmente no município de Vitória, no Estado do Espírito Santo.

Considerando as possíveis implicações relacionadas à pandemia da Covid-19, a data provável da emprego da prova será confirmada com 30 dias de antecedência, por meio de enviado a ser publicado no endereço eletrônico do torneio.

Provas Objetivas

A prova Objetiva, será composta por 110 (cento e dez) questões. Todas as questões terão 5 (cinco) alternativas.

prova objetiva concurso sefaz es
prova objetiva concurso sefaz es

Será considerado ratificado na Prova Objetiva, o candidato que, cumulativamente:

a) Obtiver no mínimo 25 pontos em Conhecimentos Gerais;

b) Obtiver no mínimo 60 pontos em Conhecimentos Específicos;

c) Obtiver no mínimo 102 pontos na soma das notas das Provas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimentos Específicos; e

d) Se qualificar até a 300ª posição, observadas as reservas de vagas e respeitados os empates na última colocação.

Prova discursiva

A Prova Discursiva acontecerá no mesmo dia da Prova Objetiva, no vez da tarde, das 14h30 às 19h. Somente serão corrigidas as Provas Discursivas dos candidatos que forem aprovados na Prova Objetiva dentro do quantitativo correspondente a 6 (seis) vezes o número de vagas efetivas – até a 204ª posição para ampla concorrência; até a 30ª posição para pessoas com deficiência; até a 54ª posição para candidatos negros e até a 12ª posição para candidatos indígenas, sendo respeitados os empates na última posição para cada modalidade de concorrência, conforme quadro a seguir:

concurso sefaz es discursiva

Caso não sejam atingidos os quantitativos descritos no subitem 11.2 para as vagas reservadas a deficiente, negros e indígenas, o quantitativo remanescente será acrescido ao talhado à ampla concorrência. Prova Discursiva possui caráter supressivo e classificatório.

Avaliação de Títulos Concurso Sefaz ES

A Avaliação de Títulos terá caráter classificatório. Somente terão seus títulos avaliados os candidatos que prosseguirem no torneio posteriormente a correção da discursiva.

Essa avaliação valerá, no supremo, 06 (seis) pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados possa superar esse valor.

Serão considerados títulos:

concurso sefaz es titulos

Teor programático

Conhecimentos Gerais Concurso Sefaz ES

LÍNGUA PORTUGUESA: Versão e compreensão de texto. Ortografia solene. Acentuação gráfica. Pontuação. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: serviço e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Vozes verbais. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Sintaxe: processos de coordenação e subordinação. Ocorrência de crase. Vocabulário. Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e metafórico das palavras. Escritura de frases. Tipos de textos. Modos de organização discursiva: descrição, narração, exposição e argumentação. Características básicas dos textos. Uso do léxico.

RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICA FINANCEIRA: Raciocínio Lógico: Noções sobre lógica: Proposições. Conectivos. Equivalências. Argumentos. Diagrama e Conjuntos. Matemática Financeira: Juros simples. Montante e juros. Taxa real e taxa efetiva. Taxas equivalentes. Capitais equivalentes. Juros compostos. Montante e juros. Taxa real e taxa efetiva. Taxas equivalentes. Capitais equivalentes. Capitalização contínua. Descontos: simples e formado. Desconto racional e desconto mercantil. Amortizações. Sistema gaulês. Sistema de amortização jacente. Sistema misto. Fluxo de caixa. Valor atual. Taxa interna de retorno.

DIREITO EMPRESARIAL CONCURSO SEFAZ ES: Recta Empresarial: Do Recta da Empresa: Da realce entre sociedade empresária e não empresária. Do noção de Empresa. Do Empresário. Da caracterização e da letreiro. Da Capacidade. Do Empresário Rústico. Da Sociedade: Disposições Gerais. Desprezo da personalidade jurídica da sociedade empresária. Da sociedade não personificada: Da sociedade em Generalidade. Da Sociedade em Conta de Participação. Da Sociedade Personificada: Da Sociedade Simples. Da Sociedade em Nome Coletivo. Da Sociedade em Comandita Simples. Da Sociedade Limitada. Da Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Lei nº 6.404/1976, que dispõe sobre as Sociedades por Ações: da Sociedade Anônima e da Sociedade em Comandita por Ações. Da Sociedade Cooperativa. Das Sociedades Coligadas e Controladas. Da Rescisão, Liquidação e Extinção da Sociedade. Da Transformação, Da Incorporação, Da Fusão e Da Cisão das Sociedades. Da Sociedade suspenso de Autorização. Do estabelecimento: Disposições Gerais.Dos Institutos Complementares: Do Registro Empresarial e das Juntas Comerciais. Do Nome Empresarial. Dos Prepostos. Da Escrituração. Lei Complementar nº 123/2006, que institui o Regimento Vernáculo da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte: do Microempreendedor Individual, do Pequeno Empresário e da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. Teoria dos títulos de crédito e institutos cambiários: saque ou emissão, aceite, endosso e aval. Protesto. Nota promissória. Duplicata e duplicata escritural. Lei nº 11.101/2005, que regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade empresária. Parcelamento de débitos de devedor em recuperação judicial.

DIREITO CONSTITUCIONAL: Conceitos de teoria do Estado. Princípios do Estado Democrático de Recta. Noção e tipos de constituição. Versão do texto constitucional. Norma constitucional. Poder constituinte originário e derivado. Controle de constitucionalidade. Ação declaratória de constitucionalidade. Ação direta de inconstitucionalidade. Ação direta de inconstitucionalidade por preterição. Arguição de descumprimento de preceito fundamental. Representação de Inconstitucionalidade perante o Tribunal de Justiça. Princípios fundamentais. Direitos e Deveres individuais e coletivos. Habeas corpus. Mandado de segurança. Recta de petição. Mandado de injunção. Ação popular. Ação social pública. Habeas data. Direitos sociais. Nacionalidade. Direitos políticos. Organização do Estado: Organização Político-Administrativa; União; Estados; Região Federalista e Municípios. O federalismo no Brasil. Mediação nos Estados e Municípios. Governo pública, disposições gerais e servidores públicos civis. Sistemas de governo. Poder Legislativo, Poder Executivo e Poder Judiciário. Processo legislativo. Ministério Público e demais funções essenciais à justiça. Sistema Tributário Vernáculo. Secretaria de receitas tributárias. Orçamento e Finanças Públicas. Princípios gerais da atividade econômica e financeira. Ordem social. Constituição do Estado do Espírito Santo.

DIREITO ADMINISTRATIVO: Princípios de Recta Administrativo. Atos Administrativos. Poderes administrativos. Organização Administrativa. Governo Direta e Indireta. Contratos Administrativos. Licitações. Lei nº 14.133/2021. Lei nº 8.666/1993. Lei nº 10.520/2002 e demais disposições normativas relativas ao pregão. Lei nº 13.979/2020. Regime Diferenciado de Contratações Públicas. Parcerias Voluntárias: Lei nº13.019/2014. Processo administrativo. Agentes Públicos. Mediação do Estado sobre a propriedade privada. Bens públicos. Serviços Públicos. Entidades do Terceiro Setor. Responsabilidade Social do Estado. Controle da Governo Pública. Tribunais de Contas.Improbidade Administrativa. Lei nº 12.846/2013 (Lei Anticorrupção). Mediação do Estado no Domínio Econômico. Lei Complementar nº 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal). Lei de aproximação à informação (Lei n° 12.527/2011). Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Estado do Espírito Santo – Lei Complementar 46, de 31 de janeiro de 1994.

DIREITO CIVIL E PENAL: Recta Social: Lei: Vigência. Emprego e conflitos da lei no tempo e no espaço. Integração e versão. Princípios jurídicos. Lei de Introdução às Normas do Recta Brasiliano. Das Pessoas Naturais: Da personalidade e da capacidade. Dos direitos de personalidade. Das Pessoas Jurídicas: Disposições Gerais. Do Estância. Dos Bens. Dos Fatos Jurídicos: Do Negócio Jurídico. Dos Atos Jurídicos Lícitos. Dos Atos Ilícitos. Da Receita e Da Decadência. Da Doação. Dos Atos Unilaterais. Da Responsabilidade Social. Do Recta Das Coisas. Do Recta de Família: Do Recta Patrimonial. Do Recta Das Sucessões. Recta Penal: Lei Penal. Emprego da lei penal no tempo e no espaço. Transgressão: noção; elementos; relação de causalidade; tipo e tipicidade; antijuridicidade; culpabilidade; dolo e culpa; excludentes da culpabilidade; extinção da punibilidade. Dos Crimes contra a Governo Pública. Noção e classificação. Extensão penal do noção de Governo Pública. Decreto-Lei nº 2.848/1940, Código Penal. Lei nº 8.137/1990, que define crimes contra a ordem tributária.

CONTABILIDADE GERAL: Contabilidade Universal: Noção, objeto, objetivos, campo de atuação e usuários da informação contábil. Estrutura Conceitual da Contabilidade de combinação com o Pronunciamento Técnico CPC 00. Apuração dos resultados. Regime de caixa e regime de conhecimento. Componentes Patrimoniais: Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido. Fatos Contábeis e Respectivas Variações Patrimoniais. Pronunciamentos Técnicos do CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis). Demonstrações Contábeis – Balanço Patrimonial, Mostra do Resultado do Tirocínio, Mostra das Mutações do Patrimônio Líquido, Mostra do Resultado Abrangente, Mostra dos Fluxos de Caixa, Mostra do Valor Adicionado Obrigatoriedade e apresentação, teor dos Grupos e Subgrupos, classificação das Contas, critérios de Avaliação e Levantamento de combinação com a Lei nº 6.404/76 (Lei das Sociedades por Ações) modificada pelas Leis 11.638/07 e 11.941/09 e com os pronunciamentos técnicos do CPC. Demonstrações Consolidadas. Investimento em controlada e coligada. Redução ao valor recuperável. Ativo Imobilizado. Ativo Intangível. Avaliação e contabilização de itens patrimoniais. Notas Explicativas. Provisões, depreciações, amortizações e exaustão: cálculos e contabilização, apresentação no balanço e efeitos no resultado do treino. Estoques: tipos de inventários, critérios e métodos de avaliação. Apuração do dispêndio das mercadorias vendidas. Tratamento contábil dos tributos incidentes em operações de compras e vendas.

Conhecimentos Específicos

DIREITO TRIBUTÁRIO CONCURSO SEFAZ ES: Sistema Tributário Vernáculo na Constituição Federalista. Dos Princípios Gerais. Espécies tributárias na Constituição: impostos, taxas, empréstimos compulsórios, contribuições. Das Limitações do Poder de Tributar. Princípios constitucionais tributários. Imunidades. Dos Impostos da União. Dos Impostos dos Estados e do Região Federalista. Dos Impostos dos Municípios. Da Secretaria das Receitas Tributárias. Código Tributário Vernáculo – Sistema Tributário Vernáculo no CTN. Disposições Gerais. Cultura Tributária: Disposições Gerais; Limitações da Cultura Tributária: Disposições Gerais, Disposições Especiais. Impostos: definição – Disposições Gerais. Taxas. Imposto de Melhoria. Normas Gerais de Recta Tributário. Legislação Tributária: Disposições Gerais: disposição prévio; leis, tratados e Convenções Internacionais e Decretos; Normas Complementares. Vigência da Legislação Tributária. Emprego da Legislação Tributária. Versão e Integração da Legislação Tributária. Obrigação Tributária: Disposições Gerais, Indumento Gerador, Sujeito Ativo. Sujeito Passivo: disposições gerais, solidariedade, capacidade tributária, residência tributário. Responsabilidade Tributária: disposição universal, responsabilidade dos sucessores, responsabilidade de terceiros, responsabilidade por infrações. Crédito Tributário: Disposições Gerais. Constituição de Crédito Tributário: lançamento, modalidades de lançamento. Suspensão da exigibilidade do Crédito Tributário. Extinção do Crédito Tributário: modalidades de extinção, pagamento, pagamento indevido, demais modalidades de extinção. Exclusão de Crédito Tributário: disposições gerais, isenção, anistia. Garantias e Privilégios do Crédito Tributário: disposições gerais, preferências. Governo Tributária: Fiscalização, Dívida Ativa, Protesto de Certidões de Dívida Ativa. Certidões Negativas. Disposições Finais e Transitórias. Lei Complementar Federalista nº 87/96. Lei Complementar Federalista nº 24/75. Lei Complementar Federalista nº 105/01. Lei Complementar Federalista nº 116/03. Lei Complementar Federalista nº 160/17. Simples Vernáculo (Lei Complementar nº 123/2006).

LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ESPÍRITO SANTO: Lei Estadual nº 7.000/2001, que dispõe sobre o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestaçõesde Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Informação – ICMS, e dá outras providências. Lei Estadual nº 10.011/2013, que dispõe sobre o Imposto sobre Transmissão Culpa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCMD). Lei Estadual nº 6.999/2001, que dispõe sobre o imposto sobre a propriedade de veículos automotores – IPVA. Lei nº 7.001/2001, que define as taxas devidas ao estado em razão do treino regular do poder de polícia e dá outras providências. Lei Complementar Estadual nº 884/2018, de 08 de janeiro de 2018, que institui o Código de Direitos, Garantias e Obrigações do Tributário no Estado do Espírito Santo. Decreto Estadual n.º 1.353-R/ 2004, que aprova o Regimento Interno do Parecer Estadual de Recursos Fiscais.

CONTABILIDADE AVANÇADA E DE CUSTOS: Contabilidade Avançada: Teor integral da disciplina Contabilidade Universal (Prova 1 – Conhecimentos Gerais), prevista neste Edital. Provisões Ativas e Passivas, Tratamento das Contingências Ativas e Passivas. Políticas Contábeis, Mudança de Estimativa e Retificação de Erro. Tratamento das Participações Societárias, noção de coligadas e controladas, definição de influência significativa, métodos de avaliação, cálculos, apuração do resultado de equivalência patrimonial, tratamento dos lucros não realizados, recebimento de lucros ou dividendos de coligadas e controladas, contabilização. Efeitos das mudanças nas taxas de câmbio e conversão de demonstrações contábeis: Objetivo, alcance, definições, procedimentos, divulgação e demais aspectos. Conceitos e procedimentos: Filiais, agências, sucursais ou dependências no exterior. Conversão das demonstrações de uma entidad eno exterior. Reorganização e reorganização de empresas: Incorporação, fusão, cisão e extinção de empresas – Aspectos contábeis,fiscais, legais e societários da reorganização social. Apuração e tratamento contábil da mais valia, do goodwill e do deságio: cálculos, amortizações e forma de evidenciação. Redução ao valor recuperável, mensuração, registro contábil, reversão. Debêntures, noção, avaliação e tratamento contábil. Tratamento das partes beneficiárias. Tratamento de operações de arrendamento mercantil. Ativo Não Circulante Mantido para Venda, Operação Descontinuada e Propriedade para Investimento, conceitos e tratamento contábil. Ativos Intangíveis, noção, apropriação, forma de avaliação e registros contábeis. Tratamento dos saldos existentes do ativo diferido e das Reservas de Reavaliação. Mensuração a Valor justo e apuração dos ativos líquidos – conceitos envolvidos, cálculos e apuração e tratamento contábil. Ajuste a valor presente: Objetivo, alcance, definições, procedimentos, divulgação e demais aspectos. Subvenção e Assistência governamentais – conceitos, tratamento contábil, avaliação e evidenciação. Contabilidade de Custos: Dispêndio: noção, nomenclaturas aplicáveis à contabilidade de custos, classificação dos custos e despesas, sistemas de custeio, formas de produção, métodos de custeio e sistemas de controle de dispêndio. Custeio por aspiração e custeio variável. Custeio e controle dos materiais diretos. Custeio, controle, tratamento contábil da mão de obra direta e indireta. Custeio, tratamento contábil e custos indiretos de fabricação. Critérios de rateio. Custeio por ordem e por processo. Custos e custeio da produção conjunta. Coprodutos, subprodutos e sucatas: noção, conta e tratamento contábil. Margem de tributo. Estudo das relações dispêndio/volume/lucro. O ponto de estabilidade contábil, econômico e financeiro. Custeio fundamentado em atividades. ABC -Activity Based Costing.

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO APLICADA À AUDITORIA TRIBUTÁRIA: Noção de Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados (SGBD). Padrão relacional de dados; Modelagem de Dados: Entidades, Atributos, Relacionamentos e Cardinalidade. Conceitos de tabelas, views, chaves primárias e estrangeiras. Noções básicas de linguagem SQL: Consulta, Cláusula WHERE, Operadores Condicionais: Lógicos, LIKE e NOT LIKE,IN e NOT IN. Ordenamento; Ajuntamento; Junções (JOINS). Conhecimento vital da estrutura da EFD ICMS/IPI (Guia Prático EFD ICMS IPI – v. 2.0.22) e do registo XML da NF-e (Manual de Orientação do Tributário – NFe – Versão 6.0). Noções de relacionamento entre registros da EFD ICMS/IPI e da NFe: EFD Registro 0000, 0150, 0200, 0220, C100, C170, C176, C195, C197, C400, C405, C420, C425 e registros dos Blocos E, H e Grupos de informações da NF-e: B, C, D, H, I, M, N e W. Conceitos de Data Warehousing,DataMining, Conceitos de Big Data.Business Intelligence. Gerenciamento eletrônico de documentos. Portais corporativos e colaborativos. Web Services.Governança de TI (COBIT 5): conceitos básicos, estrutura e objetivos. Engenharia de software. Ciclo de vida do software. 2.5.2 Metodologias de desenvolvimento de software. Métricas e estimativas de software: Estudo por pontos de função. Qualidade de software. CMMI versão 1.3, MPS.BR. Sistemas de gestão de segurança da informação. Noções de Criptografia, Assinatura Do dedo, Certificação Do dedo e Autenticação. Lei Universal de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), Lei 13.709/2018.

AUDITORIA TRIBUTÁRIA CONCURSO SEFAZ ES: Solução CFC NBC TSP ESTRUTURA CONCEITUAL – Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Informação Contábil de Propósito Universal pelas Entidades do Setor Público. Normas contábeis de auditoria de combinação com o Parecer Federalista de Contabilidade-NBC TA 200 (R1) a NBC TA 810. Amostragem. Testes de Observância. Testes substantivos. Testes para subavaliação e testes para superavaliação. Evidências de Auditoria. Procedimentos de Auditoria. Identificação de Fraudes na Escrita Contábil. Demonstrações Contábeis Sujeitas a Auditoria. Auditoria no Ativo Circulante: Recomposição contábil do fluxo de Caixa da empresa. Identificação de saldo credor na Conta Caixa por falta de emissão de documentos fiscais. Suprimento das disponibilidades sem que haja comprovação quanto à efetiva entrega dos recursos financeiros: aumento do capital social, adiantamentos de clientes, empréstimos de sócios ou de terceiros, operações, prestações ou recebimentos sem origem, demência de investimentos e bens do ativo imobilizado. Aquisições de mercadorias, bens, serviços e outros ativos não contabilizados e sem comprovação da origem do numerário. Baixa fictícia de títulos não recebidos. Cotejamento de recebíveis com os registros contábeis de receitas. Auditoria no Ativo Não Circulante: Superavaliação na formação dos custos de estoque. Auditoria no Ativo Realizável a Longo Prazo: Identificação de origens de recursos fictícias. Auditoria em Investimentos. Auditoria no Ativo Imobilizado: Ativos ocultos. Demência fictícia de bens. Auditoria no Ativo Intangível. Auditoria no Passivo Circulante: Falta de registro contábil dos passivos de pequeno prazo. Passivos Fictícios. Identificação de passivos já pagos e não baixados. Auditoria no Passivo Não Circulante. Auditoria no Patrimônio Líquido. Aumento do capital social sem comprovação quanto à efetiva entrega dos recursos financeiros. Contabilização de Reservas. Subvenções. Auditoria em Contas de Resultado. Registro de receitas e despesas. Ocultação de receitas. Superavaliação de custos e despesas. Identificação de Fraudes e Erros na Escrita Fiscal. Auditoria na EFD – Escrita Fiscal Do dedo e Nota Fiscal Eletrônica – NFe. Testes de Auditoria nos Registros da NFe e nos Registros de Entradas, Saídas, Inventário, Apuração do ICMS, da Produção e do Estoque e do documento Controle de Crédito de ICMS do Ativo Permanente – CIAP, modelos “C” ou “D”. Ajuste SINIEF 02/09. Identificação das principais divergências fiscais, utilizando conhecimento em Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados (SGBD) e nos layouts da EFD e da NFe: Crédito de ICMS sobre aquisições para uso e consumo, ativo imobilizado ou submetidas a saídas isentas e não tributadas. Crédito de ICMS em valor superior ao permitido pela legislação tributária. Verificação da alíquota ou base de conta utilizada pelo tributário com aquelas previstas na legislação tributária. Cotejamento do ICMS devido nas operações submetidas à substituição tributária e o proferido no documento fiscal. Auditoria em operações de preço.

Cronograma Concurso Sefaz ES

concurso sefaz es cronograma 1
concurso sefaz es cronograma 2

Assinatura Ilimitada

Prepare-se para a sua aprovação de maneira mais prestímano, enxuta e completa com o incrível PDF 2.0: fruto da parceria entre Direção e Qconcursos, a plataforma proporciona uma novidade experiência em estudos para concursos, totalmente integrada, com tecnologia avançada e que te dará a segurança de estar a cada dia mais próximo do seu sonho de passar em concurso público.

concursos publicos

concurso sefaz es concurso sefaz es 2021 edital sefaz es edital sefaz es 2021 sefaz es sefaz es 2021

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -