segunda-feira, maio 17, 2021

Ford no Brasil: Tópicos importantes sobre a montadora 

- Publicidade -

No prelúdios de janeiro a Ford anunciou que não produzirá mais veículos no Brasil. A montadora mantinha fábricas em Taubaté, em São Paulo, Camaçari na Bahia e Horizonte no Ceará. 

No ano de 2020, a Ford foi a quinta empresa que mais vendeu carros no território brasiliano com 7,14% do mercado de automóveis. 

A saída da montadora do Brasil deixa ao menos 6 milénio colaboradores desempregados e 100 anos de história em território brasiliano. 

Porém, a Ford continuará a vender seus automóveis no país, no entanto, a produção ocorrerá na Argentina e Uruguai. 

A saber, o CDP (Meio de Desenvolvimento de Resultado), o campo de provas e a sede administrativa continuam em São Paulo. 

A saída da Ford no Brasil poderá surgir em questões de vestibulares e no Enem. Por isso acompanhe o item e saiba mais sobre o matéria!

História da Ford no Brasil

A Ford iniciou suas atividades no Brasil em 1919 no estado de São Paulo, com a fabricação do Ford T, padrão popularmente sabido no país porquê Ford Bigode e ao longo dos anos a montadora tornou-se uma das maiores do mercado automobilístico do país. 

Para se ter uma teoria a montadora no ano de 2020 vendeu 139.897 automóveis entre comerciais leves, caminhões, entre outros. 

No Brasil com a saída da fábrica tapume de 6 milénio empregos acabaram afetados de congraçamento com dados divulgados pela própria montadora. 

Greve de metalúrgicos no ABC

Durante a Ditadura Militar brasileira às fábricas da Ford e diversas montadoras no ABC Paulista acabaram sendo locais do surgimento de movimentos sindicais. 

Nesse período surgiram por exemplo a CUT (Médio Única dos Trabalhadores) e a CGT (Confederação Universal dos Trabalhadores). 

No prelúdios dos anos 80 a base para geração do PT (Partido dos Trabalhadores) foi realizada no Sindicato dos Metalúrgicos sob a liderança de Luiz Inácio Lula da Silva, horizonte presidente do Brasil. 

As movimentações podem ser vistas por meio do documentário ABC em Greve, assim porquê greves além do campo fabril. 

Fordismo

Henry Ford mudou a história da indústria automobilística norte-americana ao gerar a Ford Motors Company, baseada na risco de produção popularmente conhecida porquê Fordismo. 

Os funcionários repetiam a mesma tarefa em diferentes peças, que chegavam até eles através de uma esteira. 

Esse padrão de risco de produção conseguia realizar a produção em tamanho de automóveis, assim porquê diminuir o preço final do sege. 

Outrossim, o Fordismo garantia bons salários para os próprios funcionários pudessem comprar os automóveis que produziam. 

E portanto, gostou de saber um pouco mais sobre a Ford?

Não deixe de ler também – Documentários sobre a valia da chuva.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -