sexta-feira, fevereiro 26, 2021

Gestão por resultados – Direção Concursos

- Publicidade -

Fala pessoal!

Professor Marcelo Soares na dimensão
para mais um bate-papo.

Antes de começarmos, quero te deixar um invitação muito privativo: participe gratuitamente do Gestão fita preta, maior meato de Gestão para concursos públicos do Telegram.

Já possuíamos mais de 210 questões comentadas e todo dia uma novidade questão é postada. O tema da semana é definido por votação e você tem entrada a comentários completos em áudio e videoaulas exclusivas. Asseguro que seu nível em Gestão vai subir de fita.

Pois muito. Feito o invitação, vamos
ao que interessa. Hoje, conversaremos sobre a gestão por resultados.

Você deve saber que a gestão por
resultados é baseada em dois pilares: maior autonomia dos gestores públicos e
maior accountability, isto é, maior transparência, prestação de contas e
responsabilização dos gestores. Perceba, dessa forma, que a gestão por
resultados segue uma teoria muito simples: você confia no gestor público para que
ele alcance o bem-estar social, porém essa crédito não é ilimitada. Pelo
contrário, essa crédito é acompanhada de um controle dos resultados entregues
pelo gestor.

Segundo Augustinho Paludo, a
gestão por resultados tem uma vez que marco principiante o PPA 2000-2003 denominado de
Avança Brasil. Esse PPA criou a figura do gerente na gestão pública, trouxe
mudanças no padrão de responsabilização pela realização dos programas públicos de
modo a estimular uma pactuação de resultados e proporcionou uma maior
integração do planejamento com o orçamento público.

O processo da gestão por
resultados segue três etapas simples: 1) definição dos resultados desejados
(pactuação dos resultados), 2) Mensuração e monitoramento dos resultados, 3)
Retroalimentação do sistema.

A gestão por resultados
relaciona-se ao padrão gerencial de gestão pública. Portanto, quando vir
gestão por resultados na sua prova, quero que lembre dos valores do padrão
gerencial, em privativo dos seguintes:

  • Descentralização da decisão
  • Contratualização de resultados
  • Formalização de parcerias
  • Transparência e responsabilização dos gestores
  • Fortalecimento do planejamento
  • Foco na geração de valor público

Pois muito. É isso que você precisa
saber para concertar as questões. Vem comigo praticar um pouco com questões
presente no Admfaixapreta, nosso meato no Telegram:

209. CESPE-TCE/PB – Auditor de
Contas Públicas – 2018

Entre os princípios norteadores
da gestão por resultados na gestão pública incluem-se a tomada de
decisão

a) centralizada e a cobrança de
responsabilidade dos gestores, mas não dos agentes.

b) centralizada e o foco no
processo de gestão.

c) descentralizada e o foco no
processo de gestão.

d) descentralizada e o foco nos
resultados.

e) descentralizada e a cobrança
de responsabilidade dos agentes, mas não dos gestores.

Gabarito:

A Gestão para resultados defende
uma descentralização da tomada de decisão (maior autonomia para o gestor) e o
foco nos resultados (geração de valor público).

Gabarito: D

210. CESPE – TCE/MG – Comentador de
Controle Extrínseco – 2018)

A gestão por resultados preconiza
na provisão de serviços públicos

a) o controle ex na presença de.

b) o foco nos inputs.

c) a priorização de processos.

d) a valor das parcerias.

e) a aversão a riscos.

COMENTÁRIO:

Escolha A. Inexacto. O controle
deve ser de resultados.

Escolha B. Inexacto. Inputs =
entradas. A gestão para resultados foca nos outputs = saídas.

Escolha C. Inexacto. A
priorização são os resultados e não os processos.

Escolha D. Visível. A gestão
para resultados fomenta a contratualização de resultados por meio da geração de
parcerias.

Escolha E. Inexacto. A gestão
por resultados permite até claro ponto uma flexibilização dos processos em prol
de uma maior autonomia dos gestores para empreender. Empreender significa,
essencialmente, em assumir riscos calculados em prol dos objetivos a serem
atingidos.

Gabarito: D

211. CESPE – TCE/PE – Comentador de
Gestão – 2017)

A gestão por resultados foi
adotada na dezena de 90 do século pretérito uma vez que estratégia representativa de um
Estado mínimo.

COMENTÁRIO:

Não há incerteza que o enunciado
está inverídico, pois a gestão por resultados tem uma vez que marco principiante o PPA
2000-2003, denominado Avança Brasil. No entanto, é interessante que saiba que
existe razoável controvérsia sobre a relação da gestão por resultados com o
Estado mínimo.

Uma primeira manante doutrinária
defende que não existe essa relação e que a taxa da gestão para
resultados é a mudança do paradigma tradicional burocrático (foco em meios)
para o paradigma gerencial (foco nos resultados). Uma segunda manante
doutrinária associa a gestão para resultados ao movimento do empreendedorismo
governamental e ao movimento neoliberal.

Gabarito: ERRADO

É isso, pessoal!

Espero que tenha curtido nosso bate-papo de hoje. Se quiser aprofundar seus conhecimentos em Gestão, sugiro que conheça nossos cursos.

Potente Amplexo e até o nosso
próximo encontro

administracao universal e publica questoes concursos Gestão para concursos gestão pública gestão por resultados

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -