segunda-feira, junho 14, 2021

Governo do Estado convoca 1.085 aprovados em concursos das polícias em Pernambuco

- Publicidade -

Dois dias em seguida anunciar e depois desistir da convocação, o governador Paulo Câmara (PSB) finalmente homologou, nesta sexta-feira (14), o ato que autoriza o início dos cursos de formação dos aprovados nos concursos para a segurança pública de Pernambuco. Os 1.085 convocados irão substanciar os quadros da Polícia Social, Polícia Militar, Polícia Científica e do Corpo de Bombeiros de Pernambuco (CBMPE). Na manhã da última quarta-feira (12), o governo do Estado havia anunciado a autorização da convocação, no entanto, poucas horas depois, voltou detrás da decisão. 

De tratado com o governo, a intenção é que os cursos de formação comecem nos próximos 30 dias. “A maioria dos profissionais deve estar reforçando o Pacto pela Vida ainda em 2021. Ano que vem, serão convocados mais 840 profissionais”, afirmou Paulo Câmara. No entanto, levando em consideração que alguns cursos terão duração média de pelo menos seis meses, é a formatura dos novos policiais militares, por exemplo, só deve ocorrer no início de 2022. 

As organizadoras dos concursos estão autorizadas a publicar os editais com os cronogramas de matrícula.

Ao todo, são 750 profissionais para os cargos de soldados da Polícia Militar; 100 para os cargos de soldados do CBMPE; 80 oficiais, sendo 60 da PMPE e 20 do Corpo de Bombeiros; além de 60 concursados para os cargos de solicitador da Polícia Social e 95 para conceber a Polícia Científica.

“Neste ano de 2021, são 1.085 servidores da superfície de segurança que serão convocados para realização de matrícula, apresentação de documentos e início do processo de capacitação nas nossas academias”, explicou o secretário de Resguardo Social, Antônio de Pádua.

Para tornar provável a realização dos cursos no contexto da pandemia do novo coronavírus, as academias estão sendo preparadas dentro dos protocolos sanitários de distanciamento social, conforme informado pelo governo. Aliás, as turmas serão menores e haverá saneamento estável dos ambientes.

 

A convocação de aprovados nos concursos realizados nos últimos anos já era esperada desde o ano pretérito, mas, por razão da pandemia do novo coronavírus, o governo do Estado alegava que não tinha condições de realizar o curso de formação – que necessita de aulas práticas.

Com o aumento da violência em 2020 e o déficit histórico de policiais, agora o governo de Pernambuco se vê obrigado a convocar os aprovados – que há meses pressionavam o Estado.

PROMESSA

Segundo a previsão inicial, 750 aprovados no concurso da Polícia Militar começariam o curso de formação de soldados, em abril deste ano – deve porfiar seis meses. Também neste mês, 60 seriam convocados para curso de solene. Já em janeiro de 2022, está prevista a convocação de mais 700 pessoas para a segunda turma de soldados.

No Corpo de Bombeiros, 100 começariam o curso de formação em abril. A duração será de sete meses. Vinte também seriam convocados para curso de solene, com duração de 12 meses. Já em janeiro de 2022, mais 100 serão convocados para curso de formação.

Na Polícia Social, 50 aprovados seriam convocados para formação em solicitador a partir de abril. Duração do curso é de quatro meses. Em abril de 2022, mais 50 convocações.

Por término, na Polícia Científica, seriam 50 aprovados que farão curso para médico legista. Duração de quatro meses, contados a partir de abril. E 45 pessoas farão curso para facilitar de perito.

Polícia Militar – FOTO:ARTES JC

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -