sexta-feira, junho 25, 2021

História do Brasil: a Intentona Comunista

- Publicidade -

A Intentona Comunista: um resumo sobre esse objecto

A Intentona Comunista foi uma revolta que ocorreu no ano de 1935 e foi liderada por Luís Carlos Prestes e Olga Benário.

O objecto aparece com frequência nas principais provas de história do brasil do país, principalmente ao lado de questões sobre a Era Vargas e sobre o cenário político mundial da dezena de 30 e 40, às vésperas da Segunda Guerra Mundial.

A Intentona Comunista: Introdução

A Intentona Comunista, também chamada de Levante Comunista ou de Revolta Vermelha de 35, foi um movimento militar e político que ocorreu no ano de 1935, durante a Era Vargas.

A revolta se iniciou na cidade de Natal, no estado do Rio Grande do Setentrião. A partir dessa cidade, ela se espalharia também pelos estados de Pernambuco, Maranhão e Rio de Janeiro.

O principal objeto da Intentona Comunista, liderada por Luís Carlos Prestes, que havia liderado a Pilar Prestes anos antes, e Olga Benário, era destituir Getúlio Vargas do poder.

A Intentona Comunista: Contexto Histórico

Na dezena de 30, a Europa enfrentava um momento de grandes transformações políticas, causadas principalmente pela subida de Adolf Hitler, na Alemanha e de Benito Mussolini, na Itália. Assim, é também nesse momento que a luta entre nazistas e fascistas contra os comunistas e socialistas ganha espaço em todo o mundo, inclusive no Brasil.

No ano de 1935, Luís Carlos Prestes criou a Associação Pátrio Libertadora (ANL), de ideologia comunista, que tinha uma vez que objetivo impedir o progresso das ideologias nazistas e fascistas no país. Os membros da ANL eram, em sua maioria, militares e operários que se encontravam insatisfeitos com o governo de Vargas desde a Revolução de 30.

Porém, quando a ANL começou a lucrar suporte e adeptos em diversas partes do país, Getúlio Vargas decretou que a organização era ilícito, em 1935. Assim, no mesmo ano, os membros da Associação passaram a organizar uma revolta com o objetivo de derrubar o governo de Vargas.

A Intentona Comunista: Objetivos

O principal objetivo da Intentona Comunista era derrubar o governo de Getúlio Vargas e colocar Luís Carlos Prestes na presidência. Ainda, os membros da ANL desejavam ampliar a expansão da princípio comunista no país e realizar uma série de medidas sociais.

A Intentona Comunista: Conflitos

Os organizadores da revolta acreditavam que iriam descrever com o suporte da população no movimento, para que, dessa maneira, ele pudesse se expandir rapidamente por todo o país. Porém, não foi o que aconteceu: os revoltos acabaram tendo que enfrentar as tropas federais sozinhos e em menor número.

Dessa maneira, a revolta, iniciada em 23 de novembro de 1935, foi rapidamente controlada pelas tropas lideradas por Getúlio Vargas.

Depois muitas mortes, os líder da Intentona Comunista, Luís Carlos Prestes, é recluso. Olga Benário, por sua vez, sendo judia, foi deportada para a Alemanha Nazista.

A Intentona Comunista: Consequências

O movimento não obteve sucesso. Porém, depois a repercussão da Intentona em todo o território pátrio, Vargas declarou que o Partido Comunista e a ANL eram um risco para o país e que, dessa maneira, deveriam ser considerados ilegais.

Ou por outra, Getúlio Vargas utilizaria a instabilidade criada no cenário político brasiliano devido aos conflitos com os comunistas para, posteriormente, gerar o Projecto Cohen e implantar a ditadura do Estado Novo, no ano de 1937.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -