Idecan será organizador do concurso IFCE com mais de 100 vag…

- Publicidade -

O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Vernáculo (Idecan) anunciou em suas redes sociais que será o organizador do novo concurso IFCE. O Instituto Federalista do Ceará estima terebrar 190 vagas para técnico-administrativos e professores.

Idecan anuncia organização do concurso IFCE
(Foto: Reprodução/Instagram)

O Idecan ficará responsável por receber as inscrições do concurso em seu site, além de impor as etapas, porquê provas objetivas. Em junho, o pró-reitor de Gestão de Pessoas do instituto, Marcel Ribeiro, já tinha avançado a premência de contratar uma carteira organizadora.

De harmonia com ele, a Progep e o Departamento de Ingressos, apesar de serem os setores da instituição ligados a processos seletivos, não dispõem de capacidade operacional para realização de um concurso dessa magnitude com o rigor necessário. Estão previstos 50 milénio candidatos.

“Em tempos de pandemia, é extremamente necessário que tenhamos porquê parceira uma instituição que tenha expertise em realização de concursos públicos, em combate a eventuais tentativas de fraude e que tenha flexibilidade para se ajustar a todo o contexto de pandemia”, esclareceu o pró-reitor de Gestão de Pessoas.

Segundo Marcel Ribeiro, o edital deve ser publicado até a segunda quinzena de julho. A previsão é de 150 vagas para docentes e 40 para técnico-administrativos.

“Oriente quantitativo deve aumentar um pouco nos próximos dias, pois temos algumas previsões de aposentadorias a ocorrer até o final de junho”, disse, no dia 25 do último mês.

Concurso IFCE: provas estão previstas para outubro ou novembro

Com o edital divulgado em julho, o instituto pretende impor as provas entre outubro e novembro. “A meta é homologar o concurso em dezembro, para que todas as nomeações aconteçam ainda em 2021”, estimou Ribeiro.

O pró-reitor ressaltou uma novidade no concurso para professores. As provas serão realizadas de forma objetiva. “O que segue uma tendência que tem sido observada em diversos outros Institutos Federais pelo país”.

Haverá cobrança, tanto nas provas de docentes quanto de técnicos administrativos, de conceitos básicos de Recta Administrativo (Lei 8.112/90, Código de Moral do Servidor, Lei do Processo Administrativo, Lei da Curso, LDB e Lei de geração dos Institutos Federais).

O último concurso IFCE para técnico-administrativos, realizado em 2016, foi formado por provas objetivas, de caráter supressório e classificatório, de Conhecimentos Básicos e Específicos.

Já o último concurso para docentes, também lhano em 2016, contou com três fases: prova escrita e prova de desempenho didático, de caráter supressório e classificatório, e avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Inicie sua preparação para as provas do concurso IFCE

Com o progresso nos preparativos do novo concurso para professores e técnicos do IFCE, a orientação é intensificar os estudos para as provas.

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios para concursos? A Folha Cursos tem videoaulas, apostilas e questões comentadas para te ajudar no caminho até a aprovação.

Veja os cursos disponíveis e comece já seus estudos!

IFCE pretende preencher todas as vacâncias no período

Todas as oportunidades do concurso são oriundas de vacâncias, porquê exonerações e aposentadorias. As oportunidades que surgirem, enquanto o concurso estiver válido, devem ser preenchidas.  

“Uma vez que a vigência do concurso normalmente é de dois anos, as vagas que surgirem ao longo do período também poderão ser preenchidas. A proposta é utilizar o cadastro de suplente até o limite da vigência do concurso”.

O IFCE também fez uma fala junto ao Ministério da Instrução e conseguiu 24 vagas oriundas de vacância que eram originalmente de universidades federais, que não poderiam ser providas lá.

“Estas vagas estão sendo destinadas de harmonia com as demandas dos campi, com destaque para as vagas do campus Mombaça, que foi contemplado com 10 vagas e iniciará seus primeiros cursos em seguida oriente concurso”, explicou o pró-reitor.

Os cargos e vagas por especialidade ainda não foram revelados. A lotação também não foi anunciada, mas os aprovados serão designados para as áreas com maior déficit de pessoal.

“O instituto procura priorizar a reposição de força de trabalho e o provimento de vagas em unidades com força de trabalho deficitária, de harmonia com o estudo técnico realizado pela Progep e socializado junto aos gestores”, frisou Marcel Ribeiro.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -