terça-feira, junho 15, 2021

Médico do ES vai lançar livro com fotos de todas as Miss Brasil desde 1865

- Publicidade -
Ruth Alves de Roble, a primeira Miss Espírito Santo solene, coroada em 1926; Maria Baptiste Fernandes, Miss Espírito Santo 1939; Maria Rosa Ferrari, a Miss Espírito Santo 1930; Yeda Finamore, a Miss Espírito Santo 1949. Crédito: Montão José Luiz Pizzol

Mesmo antes de o Miss Brasil ter o formato que nós conhecemos hoje, concursos de formosura que reuniam mulheres do País todo aconteciam e elegiam as mais preparadas representantes nacionais. O primeiro desses eventos no Brasil foi em 1865, quando a francesa naturalizada brasileira Aymée levou a melhor. O dermatologista José Luiz Pizzol, do Espírito Santo, tem fotos não só dela porquê mais de 4 milénio cliques, no totalidade, de todas as outras misses até a última eleita, Julia Gama – que também foi coroada porquê vice no Miss Universo 2020 -, documentadas em um livro com mais de 400 páginas.

Além dessa publicação com as ganhadoras do Miss Brasil, Pizzol possui um segundo volume, também com mais de 400 páginas, reunindo todas as candidatas e vencedoras do Miss Espírito Santo, muito porquê de outros concursos estaduais, porquê o Miss Espírito Santo Mini, Mirim, Juvenil e Teen e os antigos concursos realizados no que eram o Clube Vitória e Praia Tênis Clube, na Capital. A publicação tem mais de duas milénio fotos das bonitas.

As duas obras, que juntas têm mais de duas milénio fotos das representantes máximas da formosura capixaba e brasileira, já estão prontas e só dependem de finalização de acordos e contratos de patrocínio para serem publicadas. A expectativa é que ambas estejam disponíveis ainda neste ano, mas serão produzidas numeradas e com tiragem reduzida, já que se trata de uma publicação premium.

Para produzir os dois livros, Pizzol passou os últimos 10 anos reunindo informações, organizando seu montão de fotos e fazendo contato com algumas misses para conseguir confirmação de dados e fotos exclusivas. Muitos dos cliques que estão nos livros são únicos e inéditos –  nenhuma outra instituição ou pessoa física possui fotografias iguais.

“Começou meio despretensiosamente e, com o tempo, fui criando um montão muito grande. Sempre gostei muito de fotos, sempre escrevi e o mundo miss me encantou de uma tal forma que me fez ter esse apreço pelos registros dos concursos”, diz o médico, que lembra de escoltar notícias do universo miss e concursos de formosura desde pequeno.

Ele, que já viajou mais de 90 países, tem outros dois livros já publicados e registrou mais de 500 músicas arranjadas ao longo da vida, sempre foi aficionado por fotos e história. Até por isso, se intriga entre os próprios textos, sobretudo sobre o pretérito do mundo da formosura: “Várias misses do Espírito Santo foram injustiçadas. Tivemos idade em que nossas misses chegavam a ser muito votadas nos nacionais, mas não conseguiam chegar nem sequer ao top 3”.

MISS ESPÍRITO SANTO

Sobre o Miss Espírito Santo, Pizzol tem fotos, informações, nomes de todas as candidatas e suas medidas (porquê profundidade) desde a primeira edição formal, em 1922. Ano a ano, o médico detalhou dia do concurso, idade das candidatas, fotos do evento e das ganhadoras dos primeiros lugares, curiosidades e outros concursos para os quais elas possam ter ido participar.

Com exclusividade à poste, PIzzol disponibilizou fotos raras de algumas das candidatas do Miss Espírito Santo:

Ruth Alves de Carvalho, vencedora do primeiro Miss Espírito Santo, em 1926, promovido pela revista Vida Capichaba
Ruth Alves de Roble, vencedora do primeiro Miss Espírito Santo, em 1926, promovido pela revista Vida Capichaba . Crédito: Montão José Luiz Pizzol
Glycia Serrano, representante de Vila Velha, vencedora do Miss Espírito Santo 1929
Glycia Serrano, representante de Vila Velha, vencedora do Miss Espírito Santo 1929. Crédito: Montão José Luiz Pizzol
Maria Rosa Ferrari, de Colatina, vencedora do Miss Espírito Santo 1930, que também ficou em 3º lugar no Miss Brasil 1930
Maria Rosa Ferrari, de Colatina, vencedora do Miss Espírito Santo 1930, que também ficou em 3º lugar no Miss Brasil 1930. Crédito: Montão José Luiz Pizzol
Maria Baptiste Fernandes, de Colatina, vencedora do Miss Espírito Santo 1949
Maria Baptiste Fernandes, de Colatina, vencedora do Miss Espírito Santo 1939. Crédito: Montão José Luiz Pizzol
Yeda Finamore, representante de Vitória, vencedora do Miss Espírito Santo 1949
Yeda Finamore, representante de Vitória, vencedora do Miss Espírito Santo 1949. Crédito: Montão José Luiz Pizzol

Se você notou alguma informação incorreta em nosso teor, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido provável

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -