terça-feira, junho 15, 2021

mesa de Recta Constitucional é d…

- Publicidade -

A Secretaria de Polícia Social do Rio de Janeiro divulgou nesta sexta-feira, 21, os membros da mesa examinadora de Recta Constitucional para o concurso de solicitador. Os nomes foram anunciados nas redes sociais da pasta.

A mesa de Recta Constitucional tem a seguinte constituição:

Membros titulares: 

  • Marcos Antônio Neves Pereira – Procurador de Polícia;
  • Felipe de Melo Manadeira – Procurador da PGE;
  • Suavei Lai – Promotor de Justiça.

Membros suplentes:

  • Luiz Marcelo da Fontoura Xavier – Procurador de Polícia;
  • Maurício Mendonça – Procurador de Polícia. 
Polícia Social do Rio forma mesa examinadora de Recta 
Constitucional para o concurso de solicitador (Foto: Reprodução/Instagram)

No concurso PC RJ para delegados, tradicionalmente, a corporação forma uma mesa com policiais e profissionais de notório saber para cada disciplina que será cobrada nas provas. Os membros são responsáveis pelo teor das questões dos exames.

Até o momento, já foram divulgadas as bancas de Recta Processual Penal e Recta Penal. De consonância com o último concurso Polícia Social RJ para solicitador, destapado em 2012, as disciplinas que compõem as provas objetivas, discursivas e orais são:

  • Recta Penal;
  • Recta Processual Penal;
  • Recta Administrativo;
  • Recta Constitucional;
  • Recta Social;
  • Medicina Lítico.

Os candidatos são submetidos a até duas fases, conforme a lei. São elas:

1ª período: provas de conhecimentos, examinação psicotécnico, examinação médico e prova de capacidade física.
2ª período: curso de formação profissional, com apuração de frequência, aproveitamento e concepção.

A exceção é para os cargos que solicitam outras etapas, porquê a prova verbal, cobrada para o incumbência de solicitador. 

O novo concurso para a Polícia Social do Rio de Janeiro terá o totalidade de 400 vagas imediatas, distribuídas entre diversos cargos. Desse quantitativo, 50 serão para delegados. A curso exige nível superior em Recta e oferece remunerações iniciais de R$18 milénio.

Secretária organizadora do concurso PC RJ está em definição

Para realizar a logística da emprego das provas, a Polícia Social deve contratar ainda uma mesa organizadora. Para permanecer adiante do processo seletivo para solicitador, até o dia 10 de maio, cinco instituições enviaram suas propostas de preço:

  • Instituto AOCP;
  • Instituto Selecon;
  • Cebraspe;
  • Instituto Brasiliano de Formação e Capacitação (IBFC);
  • Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural Assistencial (Idecan).

A Instauração Getulio Vargas (FGV) e o Instituto Brasiliano de Gestão e Pesquisa (IBGP Concursos) também foram contatados. No entanto, ainda não encaminharam suas propostas de preço. As informações estão disponíveis para consulta pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

Para que conseguissem apresentar seus preços para organização do concurso, as bancas receberam o projeto substancial, que funciona porquê um espelho do edital. Folha Dirigida também teve entrada ao documento.

Segundo projeto substancial, a taxa de letreiro para o incumbência de solicitador será de R$250. A seleção para o incumbência será composta pelas seguintes fases: prova objetiva preparatório; prova discursiva específica; prova verbal; examinação psicotécnico; prova de capacidade física e examinação médico.

As etapas serão aplicadas no município do Rio de Janeiro. Serão convocados para a segunda período exclusivamente os 650 candidatos com as melhores pontuações no examinação objetivo.

A previsão da Polícia Social é que todas as etapas do concurso sejam cumpridas pela mesa organizadora contratada em até oito meses. Os aprovados ainda são submetidos ao curso de formação na Liceu de Polícia (Acadepol).

Polícia Social RJ também prepara concurso para seis cargos

Além de solicitador, a Polícia Social do Rio de Janeiro tem autorização para realizar novo concurso para outros seis cargos. Veja a distribuição das vagas a seguir:

  • Facilitar de necropsia – 10 vagas (nível fundamental; R$4.506,27);
  • Técnico de necropsia – 10 vagas (nível médio; R$5.277,59);
  • Investigador – 200 vagas (nível médio; R$5.740,38);
  • Inspetor – 100 vagas (nível superior em qualquer espaço; R$6.280,31);
  • Perito criminal – 5 vagas (nível superior em Engenharia Social, Engenharia Mecânica e Química; R$10.149,55);
  • Perito legista – 25 vagas (nível superior em Medicina; R$10.149,55);
  • Procurador – 50 vagas (nível superior em Recta; R$18.747,95).

O secretário da Polícia Social do Rio, Allan Turnowski, informou que os editais do concurso Polícia Social RJ devem ser publicados antes de julho. “Quero publicar até antes de julho. Queremos soltar esses editais mal contratarmos a mesa”.

Os editais já tiveram aval da Procuradoria Universal do Estado (PGE RJ). Por esse motivo, o atual entrave é a escolha da organizadora.

Um processo licitatório também está em curso para contratação da mesa do concurso PC RJ para os seis cargos. Nesse caso, sete instituições encaminharam suas propostas de preço: Instituto AOCP; Instituto Selecon; Cebraspe; IBFC; Idecan; FGV; e IBGP Concursos.

Estude para o concurso PC RJ com a Folha Cursos

Você sabia que a Folha Dirigida também tem curso preparatório? A Folha Cursos traz uma preparação otimizada e sem enrolação. São videoaulas, material escrito e questões comentadas. Confira os cursos para PC RJ por curso:

→ Prepare-se para o concurso PC RJ – Investigador

→ Prepare-se para o concurso PC RJ – Inspetor

→ Prepare-se para o concurso PC RJ – Técnico de Necropsia 

→ Prepare-se para o concurso PC RJ – Facilitar de Necropsia

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -