PM CE: Bancas definidas para Soldado e Solene

- Publicidade -

Atenção concurseiros! Os editais do concurso PM CE de Soldado
e Solene
(Polícia Militar do Ceará) estão cada vez mais próximos. As bancas já estão definidas: enquanto a Vunesp organizará o torneio para Oficiais, a FGV será a organizadora do edital para Soldados. São 2.050 vagas ofertadas!

Concurso PM CE: bancas definidas e edital próximo

Enfim, foram publicados as confirmações em definitivo sobre as bancas organizadoras do próximo concurso PM CE. Com isso, os editais devem ser publicados muito em breve.

A Instauração Getúlio Vargas (FGV) foi a escolhida para organizar o concurso com vagas para Soldados e a Vunesp será a responsável pelo torneio para Oficiais.

Segundo o governador do estado do Ceará
, Camilo Santana, a intenção é realizar a seleção em duas etapas, em 2021 e 2022, para que o efetivo possa ser reposto e renovado.

Concurso PM CE: vagas e salários

O concurso
será ofertado com 2.050 vagas, 150 a menos que o previsto. Serão 2.000 vagas para Soldado e 50 para Oficiais.

Ainda não se sabe se as demais vagas para Solene que estavam previstas, serão ofertadas em um provável cadastro de suplente.

Das vagas para Solene, 20 serão para homens, 19 para mulheres e 11 para livre concorrência. O documento confirma que várias áreas de nível superior serão contempladas, sendo:

  • Psicologia
  • Serviço Social
  • Farmácia-Bioquímica
  • Psiquiatria
  • Ortopedia
  • Cardiologia
  • Medicina do Trabalho
  • Dentística
  • Cirurgiã Dentista

A distribuição de carreiras para seleção de Soldado ainda não foi divulgada. Demais, os candidatos que forem aprovados, receberão um salário inicial no valor de R$ 3.134,58 conforme o último concurso.

Requisitos básicos do concurso PM CE

Os concurseiros interessados em uma das vagas do concurso devem permanecer atentos aos requisitos básicos que são cobrados na matrícula:

  • Ser ratificado no concurso público, tendo obtido aprovação em todas as suas etapas e fases;
  • Ser brasiliano, nos termos da Constituição Federalista;
  • Estar em gozo dos direitos políticos;
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Ter tendência física e mental para o tirocínio das atribuições do missão;
  • Não ter sido isentado do serviço militar por incapacidade definitiva;
  • Possuir honorabilidade conciliável com a situação de horizonte militar estadual, tendo, para tanto, boa reputação social e não estando respondendo a processo criminal, nem indiciado em interrogatório policial;
  • Não ser, nem ter sido sentenciado judicialmente por prática criminosa;
  • Não ter sido licenciado de Corporação Militar ou das Forças Armadas no comportamento subordinado ao “bom”;
  • Não ter sido exonerado, excluído ou licenciado ex officio “a muito da disciplina”, “a muito do serviço público” ou por decisão judicial de qualquer órgão público, da Governo direta ou indireta, de Corporação Militar ou das Forças Armadas;
  • Se do sexo feminino, não estar prenhe por ocasião da realização do Curso de Formação Profissional, devido à incompatibilidade desse estado com os exercícios exigidos;
  • Ter conhecimento da legislação militar, conforme dispuser o Edital do Concurso;
  • Atender a outras condições previstas no Regime dos Militares Estaduais, que tratam de ingresso específico, conforme cada Quadro ou Qualificação;
  • A investidura no missão público fica condicionada a tendência na inspeção médica admissional a ser realizada por junta da perícia médica do estado.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -