quarta-feira, maio 5, 2021

Programa Arte e Cultura Mato Grosso, na TVAL, abre temporada 2021 repaginado

- Publicidade -

A novidade temporada do programa de TV Arte e Cultura Mato Grosso já está sendo filmada e em maio serão exibidas edições inéditas na TV Reunião, com a mesma proposta de apresentar a variedade cultural mato-grossense, teor para o testemunha em moradia e cachê para os artistas afetados pela pandemia.

Mas a temporada 2021 traz novos olhares: também apresentar as ações do Teatro do Concentrado Zulmira Canavarros e da Reunião Social e permitir programas temáticos, a exemplo do “Fé de Francisca”, primeiro a ser gravado leste ano, traço inspirada na edição privativo de termo de ano “Na Pele”, lançamento do livro homônimo da poeta Luciene Roble, quando o palco do Teatro Zulmira foi ocupado por artistas negros de diversas expressões culturais.

O programa Fé de Francisca foi excepcionalmente dirigido pelo cineasta e fotógrafo Henrique Santian, quem desenvolveu uma relação próxima com a benzedeira de Chapada dos Guimarães, Francisca Correia da Costa, de 107 anos. “A gente está trabalhando com o universo que Francisca traz para a gente nas falas, nas memórias, na sabedoria dela do dia a dia”, conta.

Henrique Santian, há anos, desenvolve alguns projetos de homenagens à conhecida ‘vó Francisca’, a exemplo de ensaios fotográficos e um álbum músico. Em 2020, teve seu projeto contemplado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT), por meio do edital Conexão Mestres da Cultura, com recursos da Lei Aldir Blanc.

E foram os produtos contemplados pela Secel/MT que inspiraram a inovadora edição do Arte e Cultura Mato Grosso: algumas performances que compõem o um filme de média metragem e canções do álbum inédito.

O nome do projeto e do programa do Teatro do Concentrado Zulmira Canavarros destaca a mais conhecida particularidade de vó Francisca: a religiosidade, muito além do sincretismo entre o catolicismo e o candomblé. “Algumas performances trazem a possibilidade de narrar a história de Francisca, da forma uma vez que ela vê e uma vez que ela sente as coisas, através da espiritualidade”, explica o diretor.

O testemunha do Arte e Cultura Mato Grosso irá se deliciar com a performance do orixá Oxaguiã (Ton dos Santos), com a representação da orixá Oxum, por Estela Marys fazendo Oxum, com a elaboração do grupo de artistas setentrião americanas Ley Line, entre outras surpresas.

“Nesta pandemia, tivemos que nos reinventar de diversas formas. E o programa Arte e Cultura Mato Grosso é a coroação de nosso objetivo de disseminar a cultura mato-grossense, incentivar o público a permanecer em moradia em segurança, ocupar o palco do Teatro Zulmira e ainda prometer renda a nossos artistas”, explica a diretora da Reunião Social e do Teatro do Concentrado, Daniella Paula, citando que, em 2020, a produção teve 25 programas inéditos e atendeu, diretamente, 173 trabalhadores do segmento cultural.

“E acomodar leste projeto lindo de homenagem em vida à Francisca, esta mulher gigante, com tanta sabedoria, foi uma grande alegria para nós. Vó Francisca merece mais uma forma de homenagem e nós merecemos nos deliciar com produções tão sensíveis inspiradas nos ensinamentos dela!”, exclama Dani Paula.

O Programa Arte e Cultura Mato Grosso vai ao ar na TV Reunião (via 30.1 da TV ocasião) aos sábados, às 15h, com reprises aos domingos, às 15h e às 20h. Além de “Fé de Francisca”, outros dois programas já estão sendo gravados, para prometer a perenidade das exibições.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -