terça-feira, junho 15, 2021

projeto fundamental confirma etapas para auditor fis…

- Publicidade -

O novo concurso para Secretaria Municipal de Herdade de Belo Horizonte teve o projeto fundamental divulgado nesta sexta-feira, 21. O documento funciona porquê um espelho do edital e confirma os cargos, vagas, requisitos, salários e estrutura de provas.

O projeto fundamental informa que o concurso BH terá oferta de 14 vagas para auditores fiscais de tributos municipais. Desse totalidade, nove oportunidades serão para ampla concorrência, três para negros e duas para pessoas com deficiência.

A curso exige nível superior completo em qualquer extensão, reconhecido pelo Ministério da Ensino. A remuneração inicial dos auditores é de R$15.022,52 mais gratificações variáveis por cumprimento de metas tributárias.

A taxa de letreiro será de R$160. Inicialmente, a Prefeitura de Belo Horizonte informou que a oferta também incluiria o função de auditor técnico de tributos municipais. Porém, o projeto fundamental do concurso não traz oportunidades para essa curso.

Os candidatos do concurso BH serão submetidos a provas objetivas e discursivas, de caráter supressivo e classificatório.

Prefeitura de Belo Horizonte prepara novo concurso para auditor
fiscal (Foto: Divulgação)

Serão realizadas duas avaliações objetivas, com 80 questões cada, com a seguinte distribuição:

Prova objetiva I

  • Língua Portuguesa – 15 questões;
  • Matemática/Raciocínio Lógico/Estatística –30 questões;
  • Economia/Finanças Públicas –20 questões;
  • Direitos Constitucional/Social/Empresarial – 15 questões.

Prova objetiva II

  • Direitos Administrativo e Penal / Moral – 15 questões;
  • Recta Tributário – 15 questões;
  • Legislação Tributária Municipal – 25 questões;
  • Auditoria / Contabilidade Universal e Avançada – 25 questões.

Será cobrada ainda uma redação sobre tema da atualidade e três questões sobre Conhecimentos Específicos em Recta Tributário e Legislação Tributária Municipal, podendo exigir conhecimentos doutrinários e de jurisprudência dos Tribunais Superiores.

A emprego das provas ocorrerá em duas datas. No primeiro dia, no vez da manhã, será realizada a prova objetiva I; no segundo dia, no vez da manhã, a prova objetiva II e, no vez da tarde, a prova discursiva.

De conciliação com o projeto fundamental, unicamente os 200 melhores classificados na objetiva terão os exames discursivos corrigidos.

Confira o projeto fundamental na íntegra:

Intensifique seus estudos para o concurso BH

Com a proximidade do novo concurso para auditor fiscal de Belo Horizonte, o momento é de intensificar os estudos para as provas.

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios? A Folha Cursos traz videoaulas exclusivas, apostilas e questões específicas para extensão fiscal. Tudo para te ajudar no caminho até a posse.

Conheça os cursos para extensão fiscal e inicie seus estudos!

Concurso BH: escolha da organizadora começa em junho

A Secretaria de Herdade de Belo Horizonte, em Minas Gerais, marcou a escolha da mesa organizadora do novo concurso para auditores. No dia 8 de junho, serão abertas as propostas de instituições.

A definição da mesa será feita por meio de pregão eletrônico. As organizadoras participantes do processo recebem o projeto fundamental para que possam formular a proposta de preço para permanecer avante do processo seletivo.

A instituição contratada deverá receber as inscrições do concurso e viabilizar a emprego das etapas, porquê as provas objetivas. No último concurso para auditores de Belo Horizonte, realizado em 2015, o Instituto Brasílico de Gestão e Pesquisa (IBGP) foi o contratado.

O cronograma do concurso já tinha sido antecipado à Folha Dirigida pela Prefeitura de Belo Horizonte. Segundo o município, a contratação da mesa deve ocorre entre junho e julho. Com isso, o edital poderá ser publicado a partir de outubro.

“Os procedimentos para realização do concurso continuam se desenvolvendo, com expectativa de contratação da empresa organizadora do concurso para junho/julho próximos. Neste sentido, estima-se que a publicação do edital do concurso possa efetivamente ocorrer até outubro/novembro deste ano, no mais tardar”, consta em nota enviada à reportagem.

Os trâmites do concurso para extensão fiscal da capital de Minas Gerais foram iniciados em novembro de 2020, quando foi formada a percentagem organizadora do edital. O grupo é responsável por tocar os preparativos internos da seleção.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -