Relatar serpente realização de concurso para profissionais da dimensão de Ensino Próprio

- Publicidade -

Sem concursos públicos há muro de 30 anos, a instrução próprio em Mato Grosso do Sul está carente de profissionais efetivos – (Foto: Reprodução)

Sem concursos públicos há muro de 30 anos, a instrução próprio em Mato Grosso do Sul está carente de profissionais efetivos na dimensão, os últimos foram realizados em 1989 e 1991, dissemelhante de quase todos os outros Estados que prezam pela qualidade do atendimento educacional especializado. Atualmente, a contratação desses profissionais tem sido realizada por processo seletivo simplificado, o que dificulta a ininterrupção do trabalho realizado e acaba prejudicando o processo de estágio.    

Diante disso, o Deputado Estadual, Capitão Relatar, protocolou indicação na Alems (Plenário Legislativa de MS), solicitando ao Governo do Estado e Secretaria Estadual de Ensino, providências para a realização de concurso público específico para a contratação de professores graduados em Ensino Próprio.

A teorema do parlamentar conta com o base de profissionais da Ensino Próprio, que apontam a premência de novos professores efetivos na dimensão para atender a crescente demanda no Estado e para não ter descontinuidade no trabalho educacional realizado. 

“É recta da pessoa com deficiência ter chegada a uma instrução inclusiva e de qualidade em todos os níveis do estágio. Para isso, é necessário impor requisitos de formação consistentes para o melhor atendimento das necessidades específicas e educacionais de todos.”, defende Relatar.         

Segundo dados levantados em 2019 pelo Instituto Brasiliano de Geografia e Estatística (IBGE), pelo menos 45 milhões de pessoas têm qualquer tipo de deficiência no País, o que significa quase 25% da população brasileira. Em Mato Grosso do Sul, quando da realização do recenseamento IBGE/2010, haviam 526.979 milénio pessoas com deficiência, o que representa 21,50% da população do Estado. Verifica-se, portanto, que o Brasil apresenta um saliente índice de pessoas com diferentes tipos de deficiência.

“A realização de concurso público para a contratação de profissionais especializados, possibilita a construção de ações contínuas visando o aperfeiçoamento de estratégias que visam a subtracção de barreiras e a inclusão de pessoas com deficiência”, finaliza Relatar.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -