quinta-feira, julho 29, 2021

‘Revolta’ de prendas e peões protesta contra modificação em concurso do MTG | Repórter Farroupilha

- Publicidade -

Um inédito levante de prendas e peões regionais do Movimento Tradicionalista Gaúcho pegou de surpresa a recém empossada governo sob a gestão de Manoelito Savaris. Eles protestam contra a decisão de manter a Peneira Estadual de Prendas e do Entrevero de Peões exclusivamente com 30 questões escritas.

O blog procurou o MTG para um posicionamento, mas ainda não teve resposta.

Savaris foi eleito no sábado (26) o novo presidente da entidade, com ampla maioria dos votos. Ao tomar posse, uma das primeiras medidas foi desprezar a decisão tomada pelo recomendação gestor do movimento, de cancelar, pela segunda vez, a realização da Peneira.

Por razão da pandemia, a proposta anterior era manter a atual gestão de prendas e peões regionais e estaduais, e somente realizar os concursos em 2022. A logo vice-presidente de Cultura, Roberta Jacinto, alega ter realizado 14 reuniões com as bases antes de apresentar a medida.

Um grupo de 21 coordenadores regionais, porém, era contra a prorrogação dos mandatos e defendia o termo do atual ciclo, com entrega de medalhas a todos os detentores de crachás e faixas.

A gestão Savaris decidiu manter o concurso, que será realizado no termo de agosto, exclusivamente com as questões escritas, ignorando as provas práticas, de pesquisas e participação em atividades tradicionalistas, que também contam pontos. E entregar medalhas de préstimo aos participantes.

Revoltados, prendas e peões regionais iniciaram uma campanha pelas redes sociais, e criaram a hashtag #ajuventudenaovale30questoes, além de um tema de perfil para o Facebook.

Em sua rede social, o Peão Farroupilha da 26ª Região Tradicionalista, Paulo Bastos Júnior, também diretor do Departamento Jovem do MTG, deu a entender que não vai participar do concurso.

“Desde lá ouvi que nunca, não, em hipóstase alguma devemos desistir dos nossos sonhos, finalmente são eles que nos movem. Leste peão cá está se aposentando por um tempo, e não por que está entrando pra faculdade ou alguma coisa do tipo, estou abdicando deste sonho por que acho que nesse momento estão ferindo a núcleo”, escreveu.

Corajosa, Roberta Castilhos, 1ª Prenda da 25a Região Tradicionalista, causa eleitoral de Savaris, desabafou.

“Nesse último final de semana [da eleição] entrei em êxtase: reascendeu em mim o fio de esperança que o melhor por ti havia sido feito. Porém, uma vez que num assoprar de vela, nos encontramos novamente na negrume”.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -