quarta-feira, abril 14, 2021

Tem redação na prova da Polícia Social?

- Publicidade -

Para passar nas provas do concurso da Polícia Social é preciso muita preparação física e intelectual, além de bastante paciência. O padrão de seleção varia de concordância com cada estado, mas normalmente segue um fluxo longo, constituído por várias etapas, incluindo a emprego de uma redação.

Concursos Polícia Social: etapas de avaliação

O concurso para Polícia Social suplente várias etapas para seleção dos candidatos
, que podem variar de concordância com cada estado. Entretanto, a maioria segue o fluxo dos últimos concursos aplicados, constituído pelas etapas:

  • Lanço 1: Composta de provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos para todas as carreiras (eliminatória).
  • Lanço 2: prova discursiva de conhecimentos específicos para Delegados e prova de redação para as demais carreiras.
  • Lanço 3: Caso passe pelas etapas 1 e 2, os candidatos são submetidos a:
    • Exames psicotécnicos
    • Exames médicos
    • Prova de capacidade física
    • Prova verbal (para delegados)
    • Prova de títulos (para cargos porquê solicitador, médico, dentista, perito)
    • Investigação de antecedentes
  • Lanço 4: Curso de formação profissional, ministrado pela Escola de Polícia Social, com duração aproximada de seis meses. O desempenho dos alunos será estimado desde a assiduidade e interesse nas aulas até o desempenho na prova final, que mede o conhecimento adquirido ao longo dos estudos.

Concursos Polícia Social: cargos e atribuições

Alguns cargos da Polícia Social exigem formação específica, enquanto outros pedem formação em qualquer curso de nível superior. Os cargos mais oferecidos em concursos pela PC, são:

  • Mandatário: Responsável pela operação universal de atividades administrativas e técnicas da Polícia Social
  • Médico Legista: Faz a perícia para mandar razão da morte ou natureza das lesões e elabora laudos periciais
  • Odontolegistas: São dentistas especializados em explorar a arcada dentária de vítimas de morte súbita ou violenta ou em cadáveres em avançado estado de putrefação
  • Perito: Responsável por todo tipo de perícia relacionada a investigação policial, cenas de delito, disparo de armas, arrombamentos, adulteração de chassis de veículos, documentação falsa, dentro outros.
  • Escrivão: Responsável pelos procedimentos burocráticos e cartorários da Polícia, porquê expedição de certidões e intimações, requisições, dentre outros.
  • Agente: É o policial social, responsável por prometer segurança, tomar medidas preventivas, prestar espeque a vítimas, prender ou facilitar na detenção de suspeitos, dentre outras.
  • Papiloscopista: É o responsável por explorar dados e identificar pessoas por meio de impressões digitais das mãos e dos pés.
  • Investigador: É o que analisa crimes e infrações, levanta informações sobre a vítima, vai detrás de testemunhas e cumpre mandados de procura e consumição.

Porquê fazer uma boa redação?

Um tanto necessário para uma boa classificação em concursos públicos
é saber organizar as ideias e colocá-las no papel, principalmente na elaboração de uma redação.

Muito cobrada em concursos, a dissertação é um tipo de redação que exige reflexão dos candidatos, sobre temas importantes e atuais, o que gera temor e dificuldade a muitos concurseiros.

Porquê iniciar?

Antes de mais zero, para iniciar uma redação, a primeira coisa que o candidato deve fazer é compreender o matéria que está sendo cobrado. Trate-o porquê uma indagação, ou seja, faça perguntas sobre ele, deixe as ideias fluírem e, com as respostas, comece a pensar qual será o seu foco durante a dissertação.

Assim, para o sucesso na escrita, é importante que o tema esteja muito evidente na cabeça do concurseiro, para que ele possa pensar em argumentos convincentes e em uma boa estrutura para a sua redação.

Organize o texto

Depois de refletir muito sobre o tema, é importante que o candidato escreva em um rascunho todas as suas ideias de argumentos. Em seguida, avalie cada uma delas e organize quais vale a pena utilizar.

Para não prejudicar a qualidade do resultado, é muito importante conseguir pensar em pelo menos três argumentos muito formulados, para que isso faça surgir a sua tese.

Estruturação do texto

Feito isso, você já pode debutar a estruturar a sua redação. Abra sua dissertação apresentando a sua tese e, logo, parta para a resguardo por meio dos argumentos que foram lavantados.

Entretanto, unicamente colocar as ideias no papel não é vantagem. O candidato deverá organizar o texto, fazer um esboço antes do texto pronto, separar qual será a introdução, o desenvolvimento e a desenlace, que será a solução para o problema levantado.

É uso que as ideias se percam, devido ao grande número que aparece em nosso pensamento, por isso, anote todo tipo de teoria que tiver. O rascunho não serve unicamente para ortografar uma primeira versão da redação final, mas também para anotações pertinentes.

O padrão mais geral de estrutura de redação trabalha com quatro parágrafos, no entanto, isso irá variar com a quantidade de argumentos que você pretende utilizar.

Comece a redação pela introdução, apresentando o tema e a sua tese de maneira breve.

Em seguida, no desenvolvimento devem moderar os seus argumentos, os quais tentarão convencer o seu leitor, citando alguns exemplos e dando uma atenção privativo ao entrelaçamento dos parágrafos e o que está sendo tratado.

Depois, faça a desenlace, secção que mais derruba candidatos. É importante que um argumento já utilizado não seja repetido, pois a desenlace precisa aumentar alguma coisa novo. Encerre de uma maneira que faça o leitor refletir sobre o matéria.

Não fuja do tema

Algumas dicas são importantíssimas para que o candidato não se perdida e não se mostre nervoso. Entender sobre a secretária organizadora, por exemplo, é imprescindível, uma vez que você precisa estar por dentro das características dela.

Por outro lado, cada secretária possui um tipo de avaliação, mas existem critérios que são universais. Legibilidade, gramática, construções equilibradas e organização de ideias são pontos que sempre passam pela cabeça de quem está corrigindo.

Outro ponto fundamental, talvez o mais importante, seja não fugir do tema em hipótese nenhuma, o que pode fazer com que o candidato seja desclassificado, caso ocorra.

Concursos Polícia Social: editais abertos e previstos

Muitos estados estão com previsão de fenda de editais para a Polícia Social, enquanto alguns já estão com seleções em curso. Confira:

Polícia Social Província Federalista – PC DF

O secretário de Segurança Pública do Província Federalista, solicitador Júlio Ferreira, destacou a valor
de um novo concurso PC DF
, isso porque a premência de contratações é subida para suprir as vacâncias no órgão.

O torneio teve os exames adiados
 , mais uma vez, devido à pandemia da Covid-19, e oferece vagas para Escrivão 
e Agente
. Novidade data ainda será anunciada em breve para a realização das provas e as inscrições foram reabertas.

Polícia Social Rio de Janeiro – PC RJ

Está muito perto um novo concurso PC RJ
, isso porque a secretária organizadora está sendo escolhida e a data verosímil de publicação do edital deve ser anunciada nos próximos dias
.

A Liceu de Polícia anunciou que será um edital para cada função autorizado no concurso, tendo vagas para Facilitar de Necropsia (nível fundamental), Técnico de Necropsia (médio), Investigador (médio), Inspetor (superior), Perito Legista (superior), Perito Criminal (superior) e Mandatário (superior). Os salários chegam a R$ 18 milénio.

Polícia Social Mato Grosso do Sul – PC MS

Já o concurso PC MS está oficialmente autorizado
, com 250 vagas ofertadas para os cargos de Perito Papiloscopista; Agente de Polícia Científica; e Perito Solene Judiciario Perito Criminal (Perito Criminal e Perito Médico-Legista). Inclusive a percentagem organizadora já está formada.

Polícia Social Ceará – PC CE

O concurso Polícia Social CE 2021
 também já tem organização confirmada
, sendo o Idecan. O torneio ofertará 1.500 vagas para Inspetor e Escrivão de Polícia Social, sendo 500 para provimento inesperado e 1000 para formação de cadastro de suplente.

Polícia Social Minas Gerais – PC MG

Um novo concurso PC MG
foi solicitado para o preenchimento de 1.514 vagas. O pedido está sob estudo
da Câmara de Orçamento e Finanças do Estado (COF). Os salários ficam entre R$ 3.688,59 e R$ 11.475,57.

Polícia Social Paraná – PC PR

As provas do concurso PC PR (Polícia Social do Paraná) foram remarcadas para outubro
. Os exames seriam realizados em março e foram suspensos horas antes da emprego. Com isso, as inscrições foram reabertas para a seleção, que terá oferta de 400 vagas imediatas.

Polícia Social Tocantins – PC TO

Os preparativos para o Concurso PC TO
 já foram iniciados e edital pode ser publicado em breve. O governo do Estado autorizou que a Secretaria de Segurança Pública adotasse os trâmites necessários para a publicação do edital, que tem previsão para levante ano de 2021.

Polícia Social Rio Grande do Setentrião – PC RN

O concurso PC RN
foi suspenso, por conta da pandemia da Covid-19. Entretanto, um aval
, em concordância com a Lei 10.857/2021, garante a retomada do torneio. Foram 61 milénio candidatos inscritos na seleção, que irão disputar 301 vagas, divididas entre as carreiras de Mandatário (47), Agente (230) e Escrivão (24).

Polícia Social Paraíba – PC PB

O edital do Concurso PC PB
 está procrastinado, uma vez que a percentagem organizadora foi oficializada
em fevereiro. Serão ofertadas 1.400 vagas para suprir a vacância que é subida.

Polícia Social Espírito Santo – PC ES

Foi confirmado
 pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, o novo concurso PC ES. Entretanto, o edital pode transpor somente no primeiro semestre de 2022, trazendo vagas a nível médio e superior. Ainda não há confirmação do quantitativo.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -