Veja quem pode receber o Auxílio junino de até R$ 15 milénio

- Publicidade -

O Governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara, sancionou nesta segunda-feira (14) o Auxílio Junino para artistas do estado. De conciliação com as informações oficiais, murado de 15 milénio pernambucanos devem receber o mercê nas próximas semanas.

Segundo as informações do Governo do Estado, o Auxílio junino vai remunerar valores que variam entre R$ 3 milénio e R$ 15 milénio tanto para artistas uma vez que para grupos culturais. A regra inicial, no entanto, é ter um contrato com órgãos do estado para atuar em eventos culturais nas edições do São João do estado em 2018 e 2019.

Vale lembrar que leste ano de 2021 é o segundo em que Pernambuco não está tendo festas juninas. Por isso, esses trabalhadores irão poder pegar o quantia que naturalmente iria para eles caso as festas acontecessem normalmente. O Governo estima que vai gastar um pouco em torno de R$ 3,2 milhões com esses repasses.

A governo estadual disse ainda que os contratos de 2018 e 2019 deverão ter sido com dois órgãos do gabinete estadual. São eles: Instauração do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) ou pela Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur).

O Governador Paulo Câmara disse que isso tudo é uma ajuda para vários trabalhadores. “Já fizemos o Ciclo Carnavalesco e, agora, o Ciclo Junino. Queremos atuar em parceria com um movimento cultural no qual Pernambuco sempre se sobressaiu pela qualidade dos seus artistas, dos equipamentos e da forma de pensar a cultura uma vez que estratégia de desenvolvimento do Estado, junto com a instrução”, disse ele.

Auxílio junino

Uma vez que dito, o Auxílio junino de Pernambuco vai ter um piso de R$ 3 milénio e um teto de R$ 15 milénio. Isso quer expressar portanto que as pessoas não poderão receber menos do que um ou mais do que o outro. Na prática, isso institui um pausa de pagamentos.

No entanto, em regra universal o trabalhador precisa saber o valor do contrato com os órgãos do Governo em 2018 ou 2019 para saber quanto vai lucrar agora. Isso porque neste Auxílio eles irão receber 60% dos valores que pegaram na era do contrato. Isso considerando sempre que é preciso respeitar esse pausa de pagamentos.

Ainda de conciliação com o Governo de Pernambuco, todos esses artistas irão receber o Auxílio no mesmo dia em um pagamento único. E isso deve ocorrer só no final do mês de julho, no dia 30 para ser mais preciso. Vai ser portanto muito depois das tradicionais datas do São João.

Uma vez que se inscrever

O Governo do estado deixou evidente que quem quiser receber esse mercê vai precisar fazer uma matrícula, mas não adianta tentar fazer zero agora. É que ainda de conciliação com a Secretaria de Cultura do estado, esse processo só vai estrear no próximo dia 21 de junho.

Antes disso, o Governo vai lançar o edital para essa projeto no Quotidiano Solene do Estado, nesta terça-feira (16). Analistas apontam que é importante ler essas regras para tirar as principais dúvidas sobre o tema. Quem tiver mais questionamentos, pode entrar em contato com a governo estadual.

De conciliação com a Secretaria, membros de vários grupos culturais poderão se inscrever no mercê. Podemos referir uma vez que exemplos quadrilhas juninas, cirandas, grupos de coco, xaxado, bacamarteiros, bois, trios de forró pé-de-serra, bandas de forró e artistas solo.

ARTIGOS RELACIONADOS

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -